Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2011

"Estreia da CANYON AEROAD CF 9.0 SL"

Estava em "pulgas" para montar esta "menina".
Ontem, dia habitual de "estrada", fui pedalar de Btt com o amigo Calos Sales, por isso, hoje nem que chovessem "picaretas", tinha que montar a menina.
Saí da minha garagem, cerca das 08h30 e fui efectuar um treinozinho de 3 horas e efectuar um teste de adaptação à máquina.
Logo que arranquei, achei-a logo muito "franzina". Uma sensação um pouco diferente, de quando levo uma das minhas bikes.


Rumei aos Escalos de Baixo, virando depois para os Escalos de Cima, onde tive que vestir o impermeável, pois a chuva começou a caír.
Passado os Escalos, virei para a Lardosa e, um pouco mais adaptado à Aeroad e com o aquecimento feito, imprimi mais velocidade. Gostei da reação da bike!!!
Passei a Lardosa e fui agora em direcção à Soalheira, onde pretendia parar, nas Bombas, para a dose matinal de cafeína.
Já um pouco mais aconchegado com a "malguinha" do café, fui até ao cruzamento de S. Fiel e virei…

"Aldeias da Beira"

Hoje, na companhia do amigo Carlos Sales, resolvemos ir dar umas pedaladas, visitando algumas das bonitas e castiças aldeias cá do nosso cantinho. A Beira Interior.

Saímos pelas 08h e rumámos aos Amarelos, onde era estipulado tomar a matinal dose de cafeína.


Passámos a Caseta dos Maxiais e a dos Cebolais e à passagem pela Represa, lá andava o meu amigo "Ti Oliveira" a preparar-se para as suas lides agricolas, que ele tanto gosta.


Dois dedos de conversa e o copinho da "giribita" logo saltou para as mãos. Lá bebemos o copito da geropiga e eis que chega o Geirinhas, agora já aposentado. Mais um tempinho à conversa, até que nos despedimos, pois já se fazia tarde e nós ainda tinhamos umas dezenas de kms para fazer.


Passámos então pelo Vale Pinto e entrámos na Aldeia dos Amarelos, onde encostámos as bikes à porta da Padaria Canelas e por ali nos entretivemos algum tempo, degustando um panike e bebendo um sumo, enquanto conversávamos calmamente. Hoje o dia era nosso. Tinhamos…

"Vale Pousadas e Alfrívida"

Hoje, fui dar umas pedaladas de Btt com os amigos Silvério e Nuno Dias.


Juntámo-nos na Pastelaria "A Ministra" na Carapalha, onde tomámos a dose matinal de cafeína.


Saímos depois em direcção a Valongo, onde entrámos nos trilhos, própriamente dito.


Passámos pela Caseta dos Maxiais, e deambulámos pelo Monte do Rei, Vale da Dona e Vale das Quedas até entrarmos nas faldas da Serra das Olelas, que subímos pelo trilho mais leviano.


Descemos depois para o Retaxo e andámos ziguezagueando pelo Vale do Gamão, com passagem na Barragem das Sarnadas, até ao VG do Mulato, onde nos divertimos numa sequência de descidas e curtas subidas até ao Monte dos Ratinhos.


Virámos o azimute ao Vale de Pousadas, onde chegámos depois de ladear durante algum tempo a Ribeira dos Tamujais, que cruzámos à entrada da aldeia.


Alí bebemos uma bjeca, no Café Oliveira e comemos um bolinhos,(esquecidos)bastante saborosos, confecionados pela mãe do Silvério. (O Silvério, um abatanado, que não vi a côr . . . talvez foss…

Rosmaninhal"

Hoje, na companhia do Silvério e do Pedro Barroca, fomos fazer uma visita à outrora fervilhante Aldeia de Rosmaninhal.
Montados nas nossas "anoréticas" rumámos ao Rio Ponsul, com uma breve mirada á sua bonita e abandonada Ponte Medieval e seguimos em direcção a Monforte da Beira.


O "Joaquim Padeiro" não teve desta vez a nossa visita, pois estava estipulado tomarmos o café no Rosmaninhal, o que pôs o Silvério a resmungar, pelo seu "abatando", alegando que sem ele, as pernas "empancam!!!"
Depois da Deveza de Monforte, virámos à direita para a panorâmica estrada, que nos conduz até à Aldeia de Cegonhas.

A paisagem é envolvente e enriquecida pelas cores e cheiros primaveris.
A descida para o Rio Aravil é rápida e com uma paisagem fantástica. Já a subida às Cegonhas, é, na sua parte inicial, nomeadamente os primeiros 300 metros, desgastante com pendentes entre os 13% e os 15%, suavizando depois até á aldeia.


Virámos agora em direcção ao Rosmaninhal com pa…

"Barrocas do Ponsul"

Hoje, era dia de queimar parte do excesso de calorias armazenadas nestes dias de Páscoa



Na companhia do Nuno Eusébio e do João Afonso, fomos hoje dar uma voltinha um pouco mais curta que o habitual, mas ainda assim, que desse para queimar alguns excessos.



Numa boa e sem pressas, fomos até à bonita zona do Rio Ponsul e suas barrocas profundas, onde pedalámos em trilhos novos para a rapaziada que hoje me acompanhou e, alguns deles, onde já há algum tempo, não pisava.


saímos pouco depois das 08h, pela Quelha de Santana e fomos logo sujar as bikes para o Quinteiro.


Rumámos depois ao Forninho do Bispo e, após passar o malhão da Casa dos Malpiqueiros, descemos ao Monte do Sordo, em pleno Vale do Ponsul, por um par de descidas adrenalínicas, para nos manter logo acordados e em estado de alerta.


Pedalámos um par de quilómetros pelo velho estradão, virando depois para a Barroca dos Cágados, que seguimos, até ao desvio para o Monte do Pombal.


descemos seguidamente para a bonita e interior Barragem da…