Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2013

"Passeio pelas Martianas"

Hoje, juntei-me ao Jorge Palma, Nuno Maia, José Luís, Paulo Jalles e António Leandro para mais um passeio velocipédico. Saímos da Rotunda da Racha pelas 08h e rumámos a S. Miguel d'Acha, com passagem por Escalos de Baixo, Escalos de Cima e S. Gens. Parámos na Pastelaria do costume para a matinal dose de cafeína acompanhada do meu já useiro e vezeiro pastelito de nata. Seguimos depois para a Aldeia de Santa Margarida em direção às Martianas e Orca, onde virámos à direita para as Zebras.
Não entrámos na aldeia e seguimos para as Atalaias (do Campo e Póvoa) já com o azimute virado às Bombas da Soalheira para uma bebida fresca e dois dedos de conversa.
Já retemperadinhos fomos até ao Louriçal do Campo, onde atestámos os bidons na Fonte da Ditadura e pela bonita estradinha panorâmica, outrora estradão que ligava o Louriçal ao Sobral do Campo, seguimos para Tinalhas. Desta vez não descemos à Póvoa e continuámos até ao Freixial e Juncal do Campo, pedalando seguidamente por mais um estra…

"Alvito da Beira"

Alvito da Beira Nesta vila, presumivelmente de origem mourisca, o xisto e as oliveiras são uma constante na paisagem. Pensa-se que tenham sido os árabes a introduzir na região os primeiros olivais, que passaram a dominar a paisagem da região e deram origem a inúmeros lagares de azeite. Os moinhos de água em xisto na Ribeira do Alvito e o Poço das Andorinhas são os principais pontos de interesse na vila. - Depois de uns dias de banha-pés na bonita Praia Formosa, regressei com vontade de dar umas pedaladas. Pelas 08h juntei-me ao Jorge Palma, António Leandro, José Luís e Luís Lourenço, na Rotunda da Racha e fomos fazer uma visita à bonita Vila de Alvito da Beira. Saímos em direção ao Salgueiro do Campo e passada a Reta da Esteveira e á vista da aldeia do Padrão, virámos à esquerda para a Azenha de Cima, com passagem pelo Vale Ferradas, Grade, e Vale Maria Dona. Na Azenha tomámos o cafezinho da praxe e seguimos para o Alvito da Beira, cruzando as aldeias de Pomar, Sesmo Sesminho e Mó, on…

"Mourelo e Tripeiro"

Hoje, na companhia dos amigos Nuno Maia, Paulo Jalles, António Leandro e José Luís, fomos fazer uma visita de passagem pelas bonitas e peculiares aldeias do Mourelo e Tripeiro. Saímos da cidade pelas 08h e fomos ao encontro do Zé Luís, na Lardosa, passando por Escalos de Baixo e Escalos de Cima. Tomámos o cafezinho matinal no "Tá-se Bem", onde o Zé se nos juntou e seguimos para Louriçal do Campo com passagem pela Barragem da Marateca, um ícone de beleza aquática na região. Cruzámos o Louriçal pela rua principal com o seu terrível empedrado e subimos ao Casal da Serra, parando na fonte à entrada da aldeia, para arriar um pouco da canseira da "magana" daquela subida. Bebemos água fresquinha na fonte e depois de atestarmos os bidons, seguimos para S. Vicente da Beira, em cuja descida tenho sempre que parar ou abrandar, para com mais atenção apreciar aquela bela panorâmica até perder de vista e com a Barragem do Pisco a sobressair como uma estampa, naquela magnânima p…

"Pelos trilhos da Coutada"

Hoje fui até às Docas, para uma voltinha de btt. Não fosse as meninas do Nicola a montar a esplanada, os varredores da Câmara e alguns clientes matinais, ou ainda noturnos, aquele espaço cívico estava às moscas. Betêtistas . . . népia!!! Tomei o cafezinho matinal . . .numa boa . . . e pouco depois apareceu o Zé Luís, com quem tinha combinado no dia anterior uma volta de btt. Pois bem, lá fomos em direção aos trilhos e aproveitando a companhia do Zé, fui editar uns trilhos ali para a zona da Coutada. Saímos em direção à Caseta dos Cebolais e subimos às Olelas, hoje com uma cortina nebulosa a barrar-nos a visão sobre a cidade. Descemos ao Retaxo e com passagem pelo cemitério dos Cebolais, rumámos à Barroca do Fragoso, por uns trilhos bem catitas e com redobrada atenção, pois além de serem em descida algo acentuada, tinha algumas pequenas ratoeiras para por à prova os nossos dotes técnicos Pouco depois alcançámos a Quinta da Lameira e cruzámos a Barroca do Melro para descer à Macarra p…

"Orvalho, Silvares e Fundão"

A convite do Nuno Maia, fui hoje pedalar por Orvalho, Silvares e Fundão.
Juntou-se-nos o José Luís e, pelas 07h, partimos em direção ao Orvalho.
A manhã apresentava-se fresquinha àquela hora matinal e as pedaladas fluíam com prazer entre conversa desportiva, com o nosso Rui Costa como figura central e algumas larachas, que iam sendo despejadas, aqui ali, sobre este ou aquele tema. Assim dá gosto pedalar . . . de cabeça levantada!!! Passámos o Salgueiro do Campo e a tipologia do terreno, favoreceu-nos a pedalada até ao cruzamento para o Chão da Vã, onde excetuando  a reta da Esteveira, foi praticamente sempre a subir até ao alto da Foz do Giraldo. À passagem pela Lameirinha, um olhar de esguelha, serviu para verificar que àquela hora o café ainda se encontrava fechado e que só no Orvalho, poderíamos beber o cafezinho da praxe, por isso, nada de stress e toca a pedalar! Apesar da longa subida, a conversa foi sempre uma constante e o trio manteve-se sempre junto. Descemos às Casas da Zeb…

"Passeio descontraido e rotineiro cá pelo nosso quintal"

Hoje, apeteceu-me uma voltinha calma e descontraída e sem grandes correrias. Apenas "mexer" as pernas. Fui ter com a malta do Continente pelas 08h e quando cheguei ao local já lá se encontravam o Tó Pinto e o João Salavessa. Entretanto chegou o "Ti João" e após um pequeno compasso de espera, fizemo-nos à estrada.
Para não variar muito, foi proposto pelo João irmos beber o cafezinho à Paulinha, nas Bombas da Soalheira. Saímos em direção ao Salgueiro do Campo, onde virámos à direita para o S. Vicente da Beira.
Passámos pelo Juncal, Freixial do Campo e Tinalhas, sempre em pedalada calma, descontraída e em amena cavaqueira. Lá no alto depois de passarmos pelo cruzamento do Sobral do Campo, optámos por voltar à direita por uma estradinha panorâmica que faz ligação ao Louriçal do Campo, em vez de continuarmos para S. Vicente da Beira como inicialmente previsto e isto, para aliviar um pouco o acumulado, os kms e as "pernitas" ao "Ti João". Uma decisão…

"Voltinha asfáltica pela Marateca e Vale Prazeres"

Hoje, na companhia do Jorge Palma, António Leandro e Vasco Soares, fomos dar uma voltinha com as "fininhas", num percurso circular com passagem pela sempre espetacular Barragem de Santa Águeda e Vale de Prazeres. Saímos pelas 07h e rumámos a Cafede, onde entrámos na estradinha panorâmica para a Povoa de Rio de Moinhos. Apesar da pastelaria já estar aberta, não parámos e continuámos em direção à barragem, sempre esplendorosa nas primeiras horas da manhã e ao cair do dia. Apreciámos aquela imensidão de água inerte e  fomos até à rotunda da Lardosa, que contornámos, para mais à frente voltarmos ao contato com aquela bacia hidrográfica, agora em direção à Soalheira, onde viemos a efetuar a primeira paragem, no café das bombas, para a matinal dose de cafeína. Seguimos depois para Alpedrinha e a meio da subida, junto à fonte, descemos a Vale de Prazeres, continuando até à Orca, onde o António Leandro atalhou para Castelo Branco, pois tinha compromissos e tinha que estar na cidade…