Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

"Rota da Pedra d'Hera"

A Rota da Pedra d'Hera une o Fundão ao monte a que é sobranceiro e que sustenta a rocha que pertence à memória coletiva dos fundanenses dando o nome a este percurso pedestre: A Pedra d'Hera. Miradouro natural por excelência é envolta por um coberto vegetal e linhas de água cristalína que criam habitats propícios ao aparecimento e desenvolvimento de inúmeras espécies de fauna e flora. . . (in C.M.Fundão) Hoje, lá consegui fugir ao morno abraço do lençol de flanela, ainda cedo e, na companhia da minha "Maria", fomos dar à bota para a nossa bem conhecida Serra da Gardunha. Depois do cafezinho e pastelinho de nata da Pastelaria Arte & Doce, no Fundão, demos início à nossa pequena caminhada pela Rota da Pedra d'Hera nas faldas da Serra da Gardunha e numa das encostas que saíram ilesas do fogo devastador que a assolou há bem pouco tempo. Sempre em sentido ascendente, fomos subindo calmamente, por entre mata de carvalhos e castanheiros, até às pr

"Fomos às bifanas a Vendas Novas"

Hoje foi dia de ir "papar" umas bifanas a Vendas Novas. A convite do Nuno Silva, fomos passear as NC's, "rapar" um friozito e abanar um pouco o esqueleto, com a ventania que hoje se fazia sentir. Mas nada disso é impeditivo para uma boa oportunidade de enrolar punho, e só o nome de bifana de Vendas Novas, já põe o palato acelerado. Combinámos às 07h00 nas Bombas da Repsol e pouco depois, rumávamos à Ponte de Sor, o local escolhido para o primeiro cafezinho do dia. Paramos na pastelaria junto à Igreja matriz de Ponte de Sor e aí tomamos o cafezinho e descansamos um pouco da primeira etapa. Já com o ventinho a fazer-se sentir com mais intensidade, tomámos o azimute à bonita vila de Avis, com passagem por Galveias, e fizemos nova paragem junto ao parque de campismo da albufeira do Maranhão. Com a sua cota muito em baixo, veio-me à lembrança outros tempos de boas pescarias naquela bonita albufeira. Depois de um par de fotos, seguimos par

"O outro lado da Estrêla"

Uma vez mais, resolvi fazer umas das minhas "voltas vadias", programadas para este ano, que espero mais rico em aventuras lúdicas e de partilha com amigos. Criei um percurso que chamei de "o outro lado da Estrela", pois a nossa querida Serra da Estrela só é conhecida pela maioria da malta pelas " Torres, Adamastores e outros alimentadores de egos". Mas a serra não é só isso, tem o outro lado, bem bonito por sinal, repleto de lindas panorâmicas e bonitas aldeias. Umas históricas, outras não, mas todas elas com encanto e uma história para contar. Juntaram-se à minha ideia, 14 companheiros e amigos, todos eles ávidos de uma boa aventura e bons momentos de convívio e sã camaradagem. Juntámo-nos na Rotunda da Racha, junto à loja do David, a Feelsbike, pelas 07h00, rumando seguidamente ao Vale da Amoreira, onde estabelecemos o "paddock", junto à Casa de Pasto Ideal, para uma reposição calórica e hidratação atempada, logo após a chegada