terça-feira, 6 de novembro de 2007

"Manhã em Beleza"

Pensamento:
"Acima de tudo, na vida, temos necessidade de alguém que nos obrigue a realizar aquilo de que somos capazes. É este o papel da amizade."
(Emerson)
.o0o.
Hoje fui dar uma volta de btt com o Filipe.
Saímos do local habitual de encontro, pelas 08h10 e resolvemos ir dar umas pedaladas lá para os lados do Freixial e Tinalhas, inventando um pouco, pois não tinhamos um percurso bem definido.
Saímos da cidade pelo portal do frigorífico e no cruzamento para a Pedra da Légua, contunuámos em frente para o Parque de Campismo e Hortas do Ribeiro, até entrarmos em alcatrão na estrada de Caféde, que seguímos até à Ponte da Líria.
Um pouco mais à frente entrámos nos trilhos que nos levaram para a zona de Valverde, continuando até ao Freixial do Campo, sempre em conversa amena e quase sempre relacionada com as bikes, em ritmo calmo e descontraído.
Descemos depois para o Vale, por onde pedalámos até resolvermos subir para Tinalhas, onde parámos para o cafézinho da manhã.
Por alí nos mantivémos algum tempo na conversa, a que se nos juntou o proprietário do café e onde abordámos de forma superficial o horrendo acidente que envolveu o autocarro da autarquia de Castelo Branco.
Foi horrível e todos ficámos transtornados com este acidente, que de uma forma ou de outra, nos tocou profundamente, pois todas as vítimas eram práticamente conhecidas.
Saímos do café e percorremos alguns arruamentos da aldeia, apreciando a traça de algumas construções até chegarmos ao cruzamento com a Escola Primária.
Aí resolvemos seguir o trilho inverso ao que fizemos, aquando do Passeio de Tinalhas, desta vez a descer e que nos divertiu imenso com o excelente single track para a zona da Póvoa de Rio de Moinhos.
Seguimos depois para o recinto da Sra da Encarnação contornando a Póvoa e seguimos por alguns estradões até Caféde, onde entrámos junto ao cemitério local.
Passámos depois pela igreja com rumo à Rabaça, onde parámos para beber àgua na fonte alí existente e apreciar aquela bela paisagem.
Transpusemos depois as passadouras com a bicla às costas, para retomarmos o nosso passeio, desta vez em direcção já a Castelo Branco.
Cruzámos ainda por Sta Apolónia, Pedra da Légua e Fontainhas, entrando na cidade pelas 12h15, com 56 kms percorridos em marcha moderada e constante.
Hoje deu para longas conversas com o Filipe, pedalando lado a lado e tirar umas fotos, sem ter que acelerar depois para acompanhar o grupo.
Foi para mim uma volta de recuperação activa, que veio mesmo a calhar, pois últimamente tenho andado um pouco cansado e ainda tenho que me preparar convenientemente para a mística Tróia - Sagres a realizar em autonomia no dia 15 de Dezembro.
Fiquem bem
AC

Sem comentários: