Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

"Coração da Gardunha"

Ontem foi dia de pedalada pela bonita Cova da Beira e não menos bela Serra da Maunça, com visita à bonita aldeia serrana de Açor, na companhia do amigo Nuno Dias. Hoje, foi dia de fazer as "honras da casa", digamos assim e levar o meu amigo e grande companheiro Pedro Ferrão, a uma visita guiada ao coração da nossa fantástica Serra da Gardunha. Um excelente "andador" de bike e, tal como eu, um grande apreciador de trilhos serranos, onde a beleza paisagística e os trilhos mais ou menos exigentes, nos mantêm as baterias carregadas de adrenalina e o vício de pedalar bem nivelado. Conforme combinado, o Pedro veio ter comigo pelas 7h30 e pouco depois, rumámos à Soalheira na minha viatura. Ainda antes de tratarmos das bikes fomos ao Café das Bombas tomar a matinal dose de cafeína, pois o percurso de hoje, não era propriamente uma "pêra doce"!!! Descarregámos as bikes e preparámos calmamente o material necessário para sairmos à conquista dos trilhos serranos. Sa…

"Pela Cova da Beira e Serra da Maunça"

Hoje, fui mais o Nuno Dias dar umas pedaladas por um dos locais por onde particularmente gosto de andar de bicicleta . . . A Cova da Beira. Claro está, que para a "coisa" ficar um pouco mais "apimentada", há que criar condições para que a adrenalina nos tolde o corpo e o suor nos dificulte a progressão. Por isso,uma incursãozita por algumas das serras vizinhas, como a Gardunha, Maunça, Açor, Zibreiro, ou Carrapata entre outras, é mais que suficiente para acabar a jornada com uma boa dor de pernas. Desta vez escolhi a Serra da Maunça com uma visita á bonita e serrana Aldeia do Açor, em pleno Parque Eólico da Gardunha. Fui buscar o Nuno Dias, ainda um pouco antes das 07h e rumámos ao Fundão. Estacionámos a viatura junto à Pastelaria "Arte e Tradição" e ali tomámos o pequeno almoço. Preparámos as bikes e restante material e fizémo-nos aos trilhos com os primeiros kms em alcatrão para um conveniente aquecimento. Passámos toda a Zona Industrial e entrámos nos…

"Montes da Senhora"

Hoje, na companhia do Jorge Palma e do Paulo Jalles, fomos dar uma "passeata" com as nossas asfálticas até aos Montes da Senhora, uma povoação muito antiga, de fundação anterior à monarquia, provávelmente do tempo da dominação mourisca, guardada pelo belo maciço da Portela das Talhadas e Serra do Chão do Galego. Saímos da cidade pelas 07h30 em direção à Taberna Seca descendo seguidamente ao Rio Ocreza, que cruzámos pela sua bonita ponte medieval, para enfrentarmos a primeira dificuldade do dia, na ascensão aos Vilares de Cima. Passámos Cabeço do Infante, Sarzedas, Vale d'Água e Monte Gordo e descemos novamente, desta vez à Ribeira do Alvito, cruzando a sua ponte romana, e logo depois, a segunda dificuldade com a subida à Catraia Cimeira, onde parámos, no Café das Bombas, para a matinal dose de cafeína e dois dedos de conversa na esplanada. Voltámos às bikes e em pedalada calma e descontraída fomos galgando kms, virando à esquerda em direção aos Montes da Senhora, após pas…

"O Projeto do Zé"

Sorrir no limite, pedalar com esperança, é o lema do amigo José Figueiredo no seu projeto "Pedalar com Alma". Hoje fui acompanhá-lo durante alguns kms, nomedamente, desde Sarnadas de Rodão a Alcains, numa fugaz passagem pela cidade. Com ele já vinham desde Vila Velha de Rodão, o Paulo e o António Pequito. O Pequito abandonou-nos em Castelo Branco e eu e o Paulo, fomos até Alcains, onde nos despedimos do Zé. desejando-lhe uma boa continuação e força para concretizar este duro e abrangente objetivo. De referir que este amigo, foi enexcedível em Barcelos, quando um grupo de rapaziada de Castelo Branco se fez aos Caminhos de Santiago, em 2010. Apesar de ir apenas como apoiante do grupo, nunca poderia esquecer a simpatia, a força e a vontade de ajudar, que demonstrou nesse dia. Cativou-me bastante a sua simplicidade e a forma como abraça estes projetos humanitários. Nunca poderia esquecê-lo!!! Desejo-lhe que tudo corra pelo melhor e que a conclusão dos seus objetivos sejam uma r…

"Contornar a Gardunha"

Eram 07h30, quando eu, o Nuno Antunes, o Paulo Jalles, o Jorge Palma, o Luís Lourenço e o António Leandro nos juntámos na Rotunda da Racha, para mais uma manhã de pedalada com as fininhas. Hoje, a volta foi virada a norte, contornando a  Serra da Gardunha até ao Fundão. Saímos da cidade pela N.112 até ao Salgueiro do Campo, onde virámos para a M.550 até Tinalhas, com passagem pelo Juncal e Freixial do Campo. À entrada de Tinalhas seguimos pela N.352 até S. Vicente da Beira, onde parámos na pastelaria junto aos Bombeiros, para o cafézinho da manhã. Continuámos pela mesma estrada que nos levaria ao Vale Mendinho, ao cruzamento para o Souto da Casa. Passámos o Casal da Fraga e no Alto da Paradanta, para descermos ao Vale D'Urso, com paragem obrigatória na fonte para atestar bidons. Já na N.238, pedalámos até ao Fundão com  passagem pelo Souto da Casa. A paragem na Pastelaria "Arte e Ofício" era obrigatória. Uma bebida fresca e um bolinho a acompanhar, souberam que nem ginja…

"Bafareira"

Em mais uma manhã de pedalada com as asfálticas, juntamo-nos pelas 07h30 na Rotunda da Racha, eu, o Nuno Antunes, o António Leandro, o Jorge Palma e o Paulo Jalles. Hoje o destino era a peculiar aldeia de Bafareira, banhada pela ribeira e escondida na profundeza de um dos bonitos vales entre as Serras do Muradal, Caniçal e Mougueiras. Saímos da cidade pela N.112 em direção à Foz do Giraldo. Passámos o Salgueiro do Campo e na Lameirinha, fizémos a primeira paragem para a matinal dose de cafeína. Subimos então à Foz do Giraldo, onde entrámos na N.238 com rumo a S. Torcato, uma aldeia geminada ao Estreito. Subimos até ao entroncamento das panorâmicas estradinhas para o Pião e Bafareira, virando à direita para esta última, num sobe e desce constante e com uma panorâmica espetacular. A descida à aldeia, própriamente dito, foi com alguma dificuldade, com os travões a terem alguma dificuldade em segurar a bike pelo irregular paralelo, em descida bastante acentuada. Bonita e castiça aldeia, cra…

"Marateca"

Hoje, fui ter com a malta das Docas. Tive a companhia logo a partir da minha garagem do Pedro Antunes e do Álvaro, que também iam para as Docas. Quando lá chegámos já lá estavam alguns companheiros. Cerca das 08h15 partimos para os trilhos, hoje orientados pelo Pedro Antunes, conforme tinha prometido no domingo anterior. Quando descíamos em direção ao Cruzamento de Caféde, um toque para o telemóvel do Fidalgo, fez juntar ao grupo mais 4 companheiros, o Agnelo Quelhas e mais 3 amigos que se juntaram ao grupo. Éramos já 11 pedalantes, prontos para uma voltinha, hoje um pouco mais "desacumulada" e orientada para os lados da Marateca, uma das bonitas bacias hidrográficas cá do nosso cantinho. Descemos ao Lirião e virámos em direção à Tapada das Figueiras. Ainda alguém "deu um toque" ao Micaelo sobre os pêssegos lá da quinta, ao que ele respondeu . . . por acaso são muito bons, mas já marcharam, acrescentando de seguida que não levava a chave do portão. Azar!!! Ficámos…

"Bemposta"

Eram 6h quando abri a "pestana"! Espreguiçei mais um pouco e levantei-me para mais uma voltinha com a minha asfaltina, na companhia do Leandro, do Nuno Eusébio, do Nuno Antunes e do Paulo Jalles. Tinhamos combinado encontro na Rotunda da Racha pelas 07h. Este pessoal não falha e à hora indicada, já estávamos todos prontos para dar início á nossa manhã de pedaladas, que hoje, seria até á bonita e castiça Aldeia de Bemposta, a freguesia de Penamacor de mais nítido sentido romano. Foi vila e sede de concelho entre 1510 e 1836. Mas já chega de história! Saímos em direção aos Escalos de Baixo e virámos para Escalos de Cima, continuando até S. Miguel d'Acha, onde efetuámos a primeira paragem na padaria junto ao cruzamento para a Orca. Ali tomámos o cafézinho matinal enquanto punhamos a conversa em dia. Tomámos depois o rumo a Pedrogão, não entrando na povoação e virando à  direita para Bemposta e Medelim. Não parámos em Medelim, como fazemos na maioria das vezes que por ali pas…

"Covilhã"

Hoje fui acompanhar dois amigos que iam subir à Torre, na Serra da Estrela. Juntámos-nos pelas 07h na Rotunda da Racha. Eu, o Leandro, o Nuno e o Hugo. Eu e o Leandro, acompanharíamos estes dois companheiros até ao Fundão. Saímos em direção aos Escalos de Baixo, passámos por Escalos de Cima e variante a Alcains, onde entrámos na N.18, que seguimos até ao Fundão, com passagem ainda por Alpedrinha. Parámos na Pastelaria "Arte e Tradição" para tomarmos a matinal dose de cafeína e comer um dos saborosos bolinhos ali confecionados. Já hà algum tempo que andava um pouco desconfortável com o selim da minha bike. Este já têm uns milhares de kms e estva bastante partido, pelo que em voltas de maior quilometragem já não tinha posição que me permitisse pedalar com algum conforto. Por tal motivo e com o Leandro de acordo, acabámos por acompanhar estes amigos mais uns kms, até à Covilhã, onde pretendia dar uma espreitadela na Loja Vertente e fazer uma visita ao meu amigo Zé. Pois bem. Des…