domingo, 2 de outubro de 2011

"Uma pedalada ao Vale das Quedas"

Depois de uma semana complicada e práticamente sem pedalada, fui hoje dar uma volta de btt com a malta amiga, até ao Vale das Quedas.
Juntámo-nos hoje na Pastelaria "A Ministra", onde tomámos o cafézinho matinal, eu, o João Afonso, o Silvério, o Nuno Eusébio e o Jorge Ribeiro, com quem pedalei pela primeira vez, e que, hoje se nos juntou para acertarmos alguns pormenores para a nossa peregrinação a Fátima, em btt, no próximo fim de semana.
Já cerca das 08h30, saímos em direção à Caseta dos Maxiais.
Entrámos na povoação, através dum par de singles e rumámos ao Vale das Quedas, subindo depois às Olelas, para descermos às primeiras casas do Retaxo.
Virámos o azimute à Represa, passando na povoação e entrando no trilho paralelo à IP2, até às Bombas as Sarnadas, com nova paragem no bar para uma bebida fresca.
Seguimos depois para os Amarelos e Azinheira, onde nos entretivemos nalguns dos singles da zona, e saímos pelas Benquerenças rumo a Monte dos Pezóis.
Passámos pelo Vale da Cruz e Baixo da Maria e contornámos a Barragem da Talagueira pelo single do X100 para não incomodar a rapaziada que ali se encontrava "concentradíssima" a olhar para a ponta da boia, num concurso de pesca.
Já com uns diazitos de atrazo, mas lá fomos comemorar o aniversário do amigo João Afonso, no seu "estaminé", com umas blecas, imperial de barril, tintinho para quem acha que a bjeca tem pouco alcool e um "enchidozito" assado para empurrar a bebida.
Parabéns amigo e benvindo ao lote dos "adultos sénior". ( a partir dos 50 anos)
49 kms de boas pedaladas, numa excelente manhã de convívio.


Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

1 comentário:

Silvério disse...

Depois das pedaladas por locais de sonho voltámos às pedaladas pelas nossas terras. Embora com as "rodas bem assentes na terra", são pedaladas com uma beleza natural bem especial, sempre elevada pela equipa "A Cambada", hoje quase completa e complementada com um participante novo, que rapidamente se fez imbuir do espírito da equipa. Bem-vindo.
Acabámos em grande num belo convívio de celebração do meio centenário do amigo João Afonso. No meu caso e devido às minhas limitações (eheheheh), já repetente.
João, mais uma vez, os mais sinceros parabéns e as maiores felicidades. Agora vamos lá trabalhar para o centenário. FORÇA.
Um grande abraço para todos
Silvério