sábado, 27 de junho de 2015

"Passeio asfáltico pelo pinhal interior"

Já há um tempinho que andava com o olho numa seção de estradinhas, ali entre os vales do Estreito e Lisga.
Fiz um "boneco" e hoje, aproveitando a companhia do Álvaro Lourenço, fizemo-nos à estrada.
Eram 07h00, quando abandonamos a cidade pela Milhã e, pelo Salgueiro e Lameirinha chegamos ao Alto da Foz do Giraldo, onde paramos na fonte, para o Álvaro atestar bidons, pois eu ainda tinha água que chegasse à próxima fonte.
Viramos à esquerda e seguimos para o Estreito, com nova paragem no bar do supermercado Lapacheiro, para a matinal dose de cafeína.
A partir dali, parte do trajeto era desconhecida para os dois.
Começamos logo com uma bela rampa até ao alto do Moinho Ferreiro, descendo seguidamente para as Mougueiras de Cima.
Sempre num constante sobe e desce, fomos até às Mougueiras de Baixo, Ribeiro das Várzeas, Sertã Velha e Eirigo, antes de chegar à Roda, uma aldeia que me trás algumas recordações, de quando a minha "Maria" ali esteve colocada, como professora, há muitos e muitos anos atrás.
Ía levá-la e buscá-la no meu velho e saudoso Ford Taunus 17M, por aqueles poeirentos estradões em mau estado e agora bem asfaltados, como pude comprovar na minha voltinha asfáltica de hoje.
A subida à Lisga, com passagem no irregular empedrado do Caniçal, foi um pouco arfante e já com o calorzinho a querer fazer mossa.
Passada a Lisga e depois de algum sobe e desce, descemos em alta velocidade ao Pomar, onde tomamos o rumo às Sarzedas, com nova paragem na vila para uma bjeca fresquinha e na fonte à saída, para atestar bidons.
Sempre em andamento moderado lá fomos passando pelas localidades de Cabeço do Infante e Vilares para descer à medieval ponte sobre o rio Ocreza e enfrentar a última dificuldade do dia, com a subida à Taberna Seca
.
Ultrapassada aquela dificuldade, pedalamos até à cidade, já no nosso campo visual, onde chegamos pelas 12h30, com 107 kms pedalados por lindas estradinhas que cruzam a zona do pinhal, em bom estado e despejadas de trânsito, uma mais valia para este nosso salutar desporto.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: