segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

"XX Edição Troia - Sagres"

Decorreu no passado sábado a "XX edição da já mítica ligação Tróia - Sagres, em autonomia.
Foi a minha terceira participação e como não poderia deixar de ser, também diferente das anteriores.
No primeiro ano em que participei, consegui integrar-me em grupos de bons roladores que me rebocaram por ali abaixo.
No segundo ano, a famosa intempérie que deitou por terra as aspirações de largas dezenas de participantes, pois concluir a edição do ano passado, era mesmo só para quem pouco se cuida.
Acompanhou-me o Joaquim Cabarrão e ambos concluímos em condições quase desumanas, mas acabámos por pertencer ao restrito lote dos que chegaram ao fim.
Este ano, por razões várias, acabei por concluír em solitário apesar de sermos quatro à partida.
Logo no arranque, o Joaquim partiu a corrente, originando o atrazo de cerca de uma hora relativamente à partida.
Com um elo de corrente cedido pelo Álvaro, mas que era de 9v, lá se desenrascou temporáriamente a situação e digo temporáriamente, pois poucas dezenas de kms depois tornou a partir, originando a desistência do Joaquim.
O Álvaro, este ano pouco rodado, teve que seguir ao seu ritmo e eu acabei por tomar a mesma decisão, seguir ao meu ritmo, gerindo o tempo e o andamento sem entrar e situações de limite.
A partir de Odeceixe optei por aumentar um pouco o ritmo, pois sentia-me bem e com a sensação de poder chegar sem desgastes extremos.
Acabei por entrar em Sagres pelas 15h30, após 6h30 a pedalar durante 202 longos kms.
Efectuei três pequenas paragens para tomar café e comer algo mais sólido, mas de poucos minutos.
Apesar de ter combinado com alguns amigos reunirmo-nos para em conjunto tentarmos chegar a Sagres, tal não foi possível, pois não consegui partir a horas e eles lá seguiram sem a nossa companhia.
Talvez para o ano!!!
Nada mais há a dizer, além de que mais uma vez consegui concretizar esta longa ligação, que apesar de não ter grandes dificuldades orográficas, necessita de treino aeróbico, de resistência, alguma capacidade de sofrimento e sobretudo saber gerir.
O resto, acontece naturalmente!!!
Os restantes companheiros, com excepção do Joaquim, também conseguiram os seus objectivos, que creio ser o de concluir a tirada, sem grandes problemas, nem grandes empenos e isso, foi conseguido.
Não rolámos juntos durante todo o percurso, mas protagonizámos bons momentos de convívio, acompanhados das nossas famílias, que nos acompanharam nesta nossa obstinação.
Um bem haja a todos e gostaria de dizer até para o próximo mês de Dezembro, na XXI edição do Tróia - Sagres, pois antes disso, vamos certamente usufruir dumas largas dezenas de kms em boa companhia.

Fiquem bem
Vêmo-nos nos trilhos,
ou fora deles!!
AC

Sem comentários: