sábado, 13 de novembro de 2010

"Manhã de Baptismo"

Hoje, foi manhã de baptismo.
Reuniram-se os padrinhos . . . eu e o Nuno Eusébio . . . o paizinho da criança . . . o Silvério . . . e claro, a criança, uma flamante Trek Fuel EX 9.9 e rumámos aos trilhos.
A escolha teria que ser algo agressiva, pois haveria que saber se a bike estava à altura das diabruras que o seu dono lhe tem reservadas ao longo ( espero que longa) da sua vida a galgar cabeços e vales.
Assim, não faltaram singles, mais ou menos agressivos, subidas, descidas e até estradões, onde foi notado que a máquina está mesmo à altura. Mas, também num reparo, se chegou à conclusão de que o dono, é que ainda não está à altura da máquina. eh eh eh!!!
Pouco depois das 08h, já pedalávamos em direcção às Benquerenças, para devorar uns quantos singles, ali para os lados da Azinheira.
Continuámos, agora pela Represa, onde mais uma vez passámos ao lado do Ramalhete sem a paragem, em tempos idos, habitual, para retemperar forças. Agora, a Padaria dos Amarelos tomou o seu lugar, com os apetecíveis panikes de chocolate.
E foi mesmo nos Amarelos que efectuámos a primeira paragem do dia para o citado panike e dose matinal de cafeína.
Rumámos depois ao Retaxo, serpenteando por um bom punhado de trilhos bastante engraçados e subimos às Olelas, para darmos uma mirada na bonita paisagem, com vista sobre a cidade, que se desfruta lá do alto.
Depois de mais umas pedaladas nos trilhos do Vale das Quedas, chegámos aos Maxiais, onde pusémos à prova a novel bike do Silvério, num par de singles pedregosos, lançando-nos seguidamente em alta velocidade em direcção à Várzea do Sapinho e Foz da Ribeira do Muro.
Numa arfante subida, chegámos à cumeada sobre o Vale da Escudeira e daí até ao Valongo, foi sempre a arfar.
A paragem no Bar do Valongo, era desta vez mais obrigatória que noutras ocasiões, pois hoje havia um petisquinho "à mama" daquela bela máquina de raça trekoide, oferecido pelo seu babado dono.
E assim foi, comemos, bebemos, conversámos e fizémos mesmo o batptizado à menina, com quase meia garrafinha de tintol sobre a lombada e respectivos acessórios. eh eh eh!!!
O dono saltava de contente, ou seria dos tintóis que já tinha enjorcado . . . também já não me lembro!!!
Foi uma manhã como todas as outras, quando nos juntamos para dar umas pedaladas. Uns trilhos porreirinhos, boa camaradagem e puro divertimento.
.
Agora as fotos do baptismo!!!
.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos,
ou fora deles.
AC

1 comentário:

Jesus disse...

Amigo Silvério tem uma bike nova e não me convidou para o baptismo...
Está mal!!!