quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

"Há dias em que não se pode sair de casa"

Numa manhã não tão fria como as anteriores, apesar da previsão de chuva, saímos hoje a dar uma voltinha de btt.

Eu, o Silvério, o Carlos Sales e o Nuno Eusébio, tinhamos já planeado ir fazer um bonito circuito na Serra da Gardunha, em busca de alguns vestígios da neve que nestes dois dias anteriores assolaram aquela região.

Saímos pelas 08h em direcção à Soalheira, onde parámos nas bombas de combustível, para tomarmos o cafézinho matinal.

Preparámos as bikes e restante material e demos início à nossa aventura.
Até aqui tudo bem. A motivação estava em alta, o grupo animado e o percurso escolhido, prometia umas boas pedaladas pelo coração da Gardunha.

Logo nos kms iniciais e a meio do percurso, até à casa do guarda, o Carlos começou a sentir algumas dificuldades, pois tem andado com alguns problemas físicos e medicado, pelo que, numa atitude responsável, optou por regressar calmamente a casa, por asfalto.

Com muita pena nossa, pois é um companheiro excepcional, resolvemos continuar a nossa pequena odisseia de hoje.

Seguimos depois para o Casal da Serra, onde nos despedimos do Carlos e subimos pelo trilho da Barragem do Penedo Redondo até junto às eólicas que dão caras ao Casal da Serra e Paradanta.
Aí, a neve já causava algum divertimento, pois já se encontravam algumas extensões e os trilhos já se encontravam mais nevados.

E foi na descida que nos levaria até ao Lugar de Álvaro, que o Silvério teve uma queda aparatosa.
Por precaução, resolvemos retroceder, pois a partir daquela povoação, iríamos pedalar pela zona mais bela do percurso e também a mais exigente.

Não valia a pena arriscar e os trilhos lá ficarão à nossa espera. É dado adquirido, que um dia destes vamos completá-lo. Por ora, apenas interessava o estado físico do amigo Silvério.

Regressámos de novo ao Casal da Serra e daí até às viaturas, por asfalto.

Apesar dos contratempos e do susto, ficaram na retina as belíssimas paisagens de que ainda tivemos hipótese de registar.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
.. .ou fora deles.
AC

2 comentários:

FMicaelo disse...

Com pena minha hoje o dia foi de trabalho senão tambem tinha alinhado! O que espero que aconteça da próxima! Quanto ao Silvério espero que não tenha sido nada de muito grave! É daquelas que só acontece a quem anda... mas andar por locais assim é sempre um prazer! Vale o sacrifico!

BTT-ALBI disse...

Eh pá ! que dia mais aziago esse ehmm !?!? o que à partida seria (mais) um dia de bom BTT, transformou-se num grande sarilho para alguns.
As melhoras para ambos.
Quanto às fotos estão muito boas como sempre, e o relato super preciso.
1 abraÇo.