segunda-feira, 7 de julho de 2008

"Azenhas da Líria"

Um domingo com algumas novidades:- Um novo companheiro se juntou à rapaziada para umas pedaladas . . . bem vindo Jorge Simões . . . e mais um companheiro convertido ao "sagrestianismo", desta vez o Jorge Palma!!! E esta heim!!!
Depois do Filipe ter encostado os "beicinhos" a um precioso vinho branco na adega dos pais do Vitor Cravo, lá para os lados do Salgueiro, foi agora a vez do Jorge Palma beber uma Sagrespan em público. Eh eh eh!!!
Já é tempo do nosso grupo ser reconhecido como de utilidade pública pois calma e concertadamente vamos conseguindo que alguns companheiros abandonem o vício da coca (cola) e se deixem invadir pelos efeitos miraculosos da cevada e do tremoço!!!
Mas avancemos!!!
No passado domingo, eu AC, Jorge Palma, Fidalgo, Dino, Nuno Diaz e Jorge Simões, constituimos o sexteto que em dia calmo, resolvemos dar umas peladas pela Azenhas da Líria.
Saímos pelas 08h20 em direcção à Tapada das Figueiras com destino à Taberna Seca, que afinal não estava seca, pois alí parámos para o cafézinho matinal.
Depois de cruzar a povoação, seguimos o estradão para a Foz da Líria e sensívelmente a meio do percurso, virámos à esquerda para um trilho bastante dissimulado, para descermos a uma das imensas azenhas que abundam ao longo da Ribeira da Líria.
Ali parámos para apreciar um pouco daquela agreste paisagem e tomar coragem para a subida para as Benquerenças, com nova paragem no "Café Antão" para a primeira dose de sagrespan.
Alí nos mativemos algum tempo na conversa, continuando a nossa calma e descontraída jornada, na indecisão se iriamos pelas Olelas, ou se rumariamos já à cidade.
resolvemos regrassar de imediato à cidade e dar um toque por telemóvel ao Nuno Maia que se disponibilizou a entregar-nos os tão esperados equipamentos do Btt@CasteloBranco.
Já na posse da roupinha nova fomos dar dois dedos de conversa e bebericar um par de bjecas ao bar da Associação da Boa Esperança até chegar a hora de almoço.
Foi um passeio algo pachorrento e divertido com 45 kms quase planos, onde apenas a subida para as Benquerenças e um ou outro curto topo "engelharam" o percurso.

Fiquem bem
Vêmo-nos nos trilhos
Até lá
AC

Sem comentários: