segunda-feira, 27 de abril de 2009

"III Passeio BTT dos PÊNÊVÊS"

Acompanhado do amigo Pedro Barroca, desloquei-me no passado Domingo a Proença-a-Nova para participar na 3ª. edição do passeio organizado pelos "Pênêvês" que no ano transacto boa imagem me deixaram.
Pelas 07h passei pela Carapalha para recolher o Pedro e arrancámos de seguida em direcção a Proença-a-Nova.
Chegámos cerca das 08h e fomos ao secretariado recolher os dorsais e tomar o pequeno almoço, antes de tratarmos das nossas bikes.
Entretanto chegaram o João Afonso e o Luís Lourenço formando um quarteto que durou até final.
O meu irmão Luís Cabaço, ainda nos acompanhou até à separação dos 30 kms, por ali ficando na conversa ou a mordiscar outra sandes de presunto, digo eu!!!
Começámos por preparar as bikes e o restante material e fomos até ao Café Ponto de Encontro que seria também o local de partida para este evento.
Durante todo o percurso mantivemo-nos sempre os quatro em alegre cavaqueira parando em todas as "paragens e apeadeiros" e quando nos desse na gana.
O percurso, mais duro que no ano anterior, não teve a qualidade organizativa a que nos habituou.
Apenas um abastecimento digno desse nome, os restantes dois, apenas água e fruta, não foram suficientes para um percurso com este grau de dureza, (2100m de acumulado em 68 kms).
Algumas descidas e passagens demasiado técnicas, não terão sido o ideal para um percurso denominado como "um passeio".
Mas como se ousa dizer, só lá vai quem quer e este pequeno pormenor não abala a opinião que tenho da malta dos Pênêvês e para o ano lá estarei de novo.
Com paisagens deslumbrantes e trilhos diversificados carregados aqui e ali, de alguma dureza e tecnica apurada, lá nos divertimos, bem à nossa maneira, sempre alegres e bem dispostos.
A chegada a Proença deu-se pelas 15h e depois de arrumar as bikes fomos tomar o banhinho retemperador, seguindo de imediato para o almoço, pois um bravo javali aguardava-nos com a sua carne suculente e apetitosa.
Um pratinho repleto de esparguete e um pouco de salada, onde se alojaram uns quantos nacos do dito "javardo" e uma malguinha de caldo verde, completaram a minha paraticipação neste evento.
Com as voltinhas da praxe, acabei por percorrer 74 kms sentado naquele bocado de"couro" situado no ponto mais alto da minha bike, repletos de aventura e boa camaradagem.
Fiquem bem
Vêmo-nos nos trilhos
AC

Sem comentários: