quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

"Vila Velha de Rodão, varanda do Tejo"

Terra antiga e de natureza prodigiosa, Vila Velha de Rodão vive à beira rio. Contudo, a generosidade do Tejo com Vila Velha de Ródão não ficou por ser uma xistosa tela-altar, e esculpiu uma paisagem icónica e monumental, as Portas de Ródão, parte do Geopark Naturtejo, que ao ser “descoberta” nas “Sete Maravilhas Naturais de Portugal” ajudou a um boom turístico nunca antes visto. (in Andreia Marques Pereira)
 
Hoje, foi dia de pedalar a solo. Tinha a minha "ramona" na oficina e tinha de passar por lá depois das 09h para falar com o eletricista e por volta das 12h, tinha que a ir buscar.
Assim, e como previamente planeado, resolvi ir comer um pastelito de nata e beber a bica da praxe a Vila Velha de Rodão.
Sai de casa pelas 9h15 e passei pela oficina, na zona industrial.
Depois de falar com o eletricista, segui até à IP2, por onde pedalei descontraidamente até Alvaiade.
Aqui, resolvi descer a Vila Velha de Rodão pela variante e já na vila, fui até à Padaria/Pastelaria Rodense, onde encontrei o grupo de malta do Continente, composta pelo Joaquim Cabarrão, Fernando (Caraíbas), Tó Pinto e João Salavessa.
Depois de satisfeita a intenção que ali me conduzira, resolvi regressar com eles a Castelo Branco.
Em amena cavaqueira, lá fomos ultrapassando de forma lenta e descontraída, os kms que nos aproximavam da cidade.
Ao chegar ao cruzamento para os Cebolais de Baixo, eles resolveram seguir por aquela aldeia e eu segui em frente, pois tinha o compromisso de chegar mais cedo, e fui até á oficina para levar a "ramona", acabando por ficar adiada a situação, por ter entretanto surgido um pequeno contratempo.
Tive de continua de bike.
Cheguei a casa pelas 12h com 66 agradáveis kms, pedalados numa bonita manhã solarenga, apesar de um pouco fria.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: