Avançar para o conteúdo principal

"I Passeio BTT BVCB"

Gráfico mês Dezembro/2007
Altimetria
Percurso no Google

Se as minhas últimas pedaladas de 2007 foram espectaculares, com a "Marateca no seu melhor", as minhas primeiras pedaladas de 2008, foram uma agradável surpresa. Participei pela 1ª. vez em eventos organizados pelos Bombeiros e fiquei deveras agradado com o evento.

Já vai sendo hábito este "bem organizar" por pessoas singelas, que por paixão ao btt dão o seu melhor e conseguem surpreender-me pelos passeios bem conseguidos e organizados e são exemplo disso, o Roberto Nabais em Castelo Branco e o Pinto Infante na Lardosa.
Agora tenho que juntar à minha pequena lista, o Mateus e Companhia, pelo empenho e pela forma como conseguiram este belo passeio de hoje e um exemplo para outras organizações por esse país fora.
- Trilhos espectaculares e bem delineados.
- Marcações exemplares.
- Assistência ***** no apoio aos participantes.
- Abstecimento farto e diverso.
- Almoço bem confeccionado e tipo "farta brutos", mesmo ao jeito de alguns.
- Simpatia "a rodos" em toda a malta da organização.
Os meus sinceros parabéns à malta que organizou esta bela manhã de Btt em nome dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco.
Agora, um pequeno ponto negativo e que nada tem a ver com a organização.
Continuam a participar nestes eventos de btt, uma raça de indivíduos, (ainda bem que são poucos) a que por aqui se denominam de "Javardos" que insistem em deixar o lixo espalhado pelos trilhos, em vez de o guardarem no "jersey" e deitá-lo no lixo na zona do abastecimento ou à chegada.
Bem gostaria de saber se em casa, quando comem o iogurte, ou o "chocolatinho", também deitam o lixo para o chão.
Mas avancemos!!!
De 180 inscritos, compareceram cerca de 150 ao 1º. passeio do ano organizado cá na nossa urbe pelos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco .
Após um breve "briefing" onde foram dadas indicações sobre o percurso lá partimos pelas 09h10 para mais uma aventura que acabou por superar as expectativas.
Rumámos ao Valongo e entrámos nos trilhos nas imediações da nova variante à Carapalha e logo aí tivemos uma pequena amostra do que nos esperava, em termos de lama.
E a lama acabou mesmo por ser o nosso principal desafio ao longo de todo o percurso proporcionando aquí e alí, algumas cenas divertidas.
Descidas e subidas, todas elas cicláveis e acessíveis, ou seja, sem as denominadas paredes, agora tão em voga na maioria dos passeios.
Uns "single tracks" engraçados e um pouco escorregadios devido à humidade mas que deram "alma" ao passeio.
Passámos os Maxiais em direcção aos Cebolais de Cima por bonitos trilhos contornámos Sarnadas de Rodão para entrar de novo nos trilhos em direcção aos Amarelos, onde antes nos esperava um farto e diversificado abastecimento.
Uma breve passagem pela aldeia e continuámos em direcção ao Apeadeiro do Retaxo, onde certamente se encontrava a maior dificuldade do dia em termos de altímetria, com duas curtas subidas, acrescidas de rápidas e também curtas descídas, mas que davam para aumentar o índice de adrenalina.
Depois, foi um constante serpentear em redor das Benquerenças, enriquecida com a espectacular passagens nas Benquerenças Velhas, ou o que delas resta, por trilhos que me ficaram na retina. Bem bonito!!!
À chegada ao perímetro da cidade esperava-nos uma passagem bastante enlameada e técnica no Baixa da Maria, que nos deu acesso à Barragem da Talagueira e quando já pensávamos ter abandonado as zonas lamacentas, eis ainda a passagem junto ao parque de estacionamento do Jumbo para a "última dança"
A chegada à cidade e os acessos aos Bombeiros foram bem conduzidos pela malta da organização e pela PSP.
Pessoalmente gostei bastante desta divertida manhã de Btt e contem comigo para a próxima.
Fiquem bem
Vêmo-nos nos trilhos
AC



Comentários

Anónimo disse…
Em meu nome e dos bombeiros voluntários de castelo branco o nosso MUITO OBRIGADO!!!Pela publicidade feita no blog,pela presença,pela excelente reportagem e pelas bonitas fotos apresentadas.MATEUS

Mensagens populares deste blogue

Alvaiade, Perdigão e Vila Velha de Rodão"

Hoje, com um pelotão mais numeroso, fomos tomar o cafézinho matinal à Bolaria Rodense, em Vila Velha de Rodão. Abandonamos a cidade pouco depois das 08h30 e rumamos ao Perdigão, com passagem por Sarnadas de Rodão e Alvaiade. Seguimos depois pela estradinha panorâmica que liga o Perdigão a Vila Velha de Rodão, usufruindo da bonitas paisagens sobre a Serra das Talhadas e Vilas Ruivas. Depois da pequena tertúlia na Bolaria Rodense e já com os níveis repostos, rumamos à cidade, com passagem pelo Coxerro e Sarnadas. Aqui voltamos a encontrar o Joaquim Cabarrão e o Salvado, que deram uma volta mais pequena e juntos seguimos até à entrada da cidade, onde nos voltamos a separar, pois o restante grupo foi pela variante à Carapalha. Numa manhã já bem primaveril, alinharam para esta bonita volta, além de mim, o Jorge Palma, Tó Pinto, Fernando "Caraíbas", Sr. Silva, António Leandro e o João Salavessa.  Foram 75 kms, repletos de divertidas pedaladas, na companhia deste animado grupo de …

"Hoje fomos à romaria"

A manhã acordou hoje límpida e solarenga, num bom incentivo para um bom par de pedaladas asfálticas. Quando saí da garagem já o Álvaro e o Leandro me esperavam. Juntos fomos até à Rotunda das Violetas, ao encontro do Luís Lourenço e do Nuno Eusébio. Pouco depois chegou o Jorge Palma. Para não perder a prática tive ainda que mudar a câmara de ar da minha roda traseira que vinha com um pequeno furo, originado por uma limalha. Já com a "ézinha" pronta a rodar, fizemo-nos à estrada, abandonando a cidade pela Milhã, rumo ao Juncal do Campo pela estradinha panorâmica da Quinta de Valverde. Cruzamos a aldeia e entroncamos na N.12, onde fletimos à direita, rumo ao Padrão, uma pequena aldeia que este fim de semana se encontra engalanada para a festa da Nossa Senhora da Saúde. Entramos na aldeia e fomos tomar o cafezinho matinal no bar junto ao adro da igreja, gentilmente servido por um senhor, creio que festeiro, que fez questão de oferecer os cafezinhos e que agradecemos. Descemos …

"Rota do Bucho/2016"

Pelo segundo ano consecutivo, resolvi editar a Rota do Bucho, com um passeio pelos trilhos de Malpica do Tejo, uma bonita aldeia onde tenho raízes, que termina à mesa com um belo bucho de ossos à boa moda malpiqueira. Convidei um "magote" de amigos, dos quais dezasseis disseram presente. O ponto de reunião, foi desta vez na Pastelaria Cantinho dos Sabores, na Rotunda da Racha, onde tomamos o cafézinho matinal. Pelas 08h20 partimos em pelotão auto rumo a Malpica do Tejo, onde o Rui e a Sandra Tapadas já nos aguardavam. A previsão era de vento forte e alguns aguaceiros e desta vez o S. Pedro não nos "despontou", mandou mesmo umas belas rajadas de vento e umas belas bátegas de água, que nos atingiram por três vezes, um pouco no início desta pequena aventura, sensivelmente a meio, quando estávamos à vista de um local de abrigo, a aldeia de Lentiscais e no final, em jeito de banho. Pelas 09h00, como planeado, abandonávamos a aldeia rumo ao Monte do Couto do Alberto, en…