Avançar para o conteúdo principal

"Idanha-a-Nova # IV Trilhos da Raia"

Pois bem, que mais poderei eu dizer, além do que já foi dito pela rapaziada que participou neste "IV Trilhos da Raia".

Creio que nada mais há a acrescentar, além do facto de que Idanha-a-Nova está de parabéns e que ganhou uma mais valia com a criação da ACIN.
Quanto ao passeio, tive o previlégio de já o ter feito anteriormente a convite da ACIN, aquando dos seus últimos preparativos em termos de trilhos e como não poderia deixar de ser, lá estava eu na impressionante partida envolvido naqueles mais de 500 betêtistas.
O percurso escolhido criteriosamente e bem ao gosto dos verdadeiros amantes do Btt e enriquecido com aquela panóplia de espectaculares paisagens deixava quem pedala pela primeira vez nesta linda zona raiana impressionado.
Daí ser já apelidada da "Catedral do BTT", para mim um pouco subjectivo, pois cá bem no nosso interior há outras "Catedrais", apenas não há o espírito de empreendimento, gosto pelo Btt e vontade de mostrar o que de bom e bonito temos na região, em suma, uma outra ACIN!!!
A passagens pelas Aldeias Históricas de Monsanto e Idanha-a-Velha não deixam ninguem indiferente, tal a sua beleza arquitectónica e paisagística sem esquecer a sua história desde os primórdios no tempo.
A Barragem Marechal Carmona, vulgarmente conhecida como Barragem da Idanha é de facto um espelho da região e zona obrigatória para os "pedalantes" do Concelho e limítrofes e não só.
Depois de toda esta emoção de pedalar em zona tão agradável enriquecida com trilhos, estradões, bonitas trialeiras e pitorescas ruas de aldeia, a chegada ao final do passeio foi simplesmente genial e de um bom gosto acima da média.
Aquela trialeira sui-géneris que dava acesso ao palco improvisado como chegada e com saída em rampa para o recinto foi algo que gostei imenso de ver e em meu entender, um sinónimo da originalidade deste grupo de malta que trata o btt e não só, como ele gosta de ser tratado.
Nesta edição do Trilhos da Raia, andei um pouco mais apressado, pois tinha à minha espera a esposa, as filhas e uma amiga destas pelo que não acompanhei os meus amigos como de costume e com isso perdi uma manhã certamente fenomenal e então com o renomeado "GACCB" (Grupo de Alta Competição de Castelo Branco), deve ter sido ao litro e à dentada. eh eh eh!!!
Com a presença de Sua Graça o Patriarca do Grupo "D. Marcello I", bem acompanhado pelos seus acólitos, muita comida deve ter sido benzida (com os dentes) e muita bebida transformada em urina.
Entretanto chegou a hora de regressar pois a minha filha mais velha e uma amiga tinham de retornar a Lisboa no comboio das 16h10 e as obrigações familiares falaram mais alto, mas outros dias virão.
Para o ano ou no próximo evento da ACIN lá estarei certamente.

Fiquem bem
Vêmo-nos nos trilhos
AC

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Rota do Bucho/2016"

Pelo segundo ano consecutivo, resolvi editar a Rota do Bucho, com um passeio pelos trilhos de Malpica do Tejo, uma bonita aldeia onde tenho raízes, que termina à mesa com um belo bucho de ossos à boa moda malpiqueira. Convidei um "magote" de amigos, dos quais dezasseis disseram presente. O ponto de reunião, foi desta vez na Pastelaria Cantinho dos Sabores, na Rotunda da Racha, onde tomamos o cafézinho matinal. Pelas 08h20 partimos em pelotão auto rumo a Malpica do Tejo, onde o Rui e a Sandra Tapadas já nos aguardavam. A previsão era de vento forte e alguns aguaceiros e desta vez o S. Pedro não nos "despontou", mandou mesmo umas belas rajadas de vento e umas belas bátegas de água, que nos atingiram por três vezes, um pouco no início desta pequena aventura, sensivelmente a meio, quando estávamos à vista de um local de abrigo, a aldeia de Lentiscais e no final, em jeito de banho. Pelas 09h00, como planeado, abandonávamos a aldeia rumo ao Monte do Couto do Alberto, en…

"Hoje fomos à romaria"

A manhã acordou hoje límpida e solarenga, num bom incentivo para um bom par de pedaladas asfálticas. Quando saí da garagem já o Álvaro e o Leandro me esperavam. Juntos fomos até à Rotunda das Violetas, ao encontro do Luís Lourenço e do Nuno Eusébio. Pouco depois chegou o Jorge Palma. Para não perder a prática tive ainda que mudar a câmara de ar da minha roda traseira que vinha com um pequeno furo, originado por uma limalha. Já com a "ézinha" pronta a rodar, fizemo-nos à estrada, abandonando a cidade pela Milhã, rumo ao Juncal do Campo pela estradinha panorâmica da Quinta de Valverde. Cruzamos a aldeia e entroncamos na N.12, onde fletimos à direita, rumo ao Padrão, uma pequena aldeia que este fim de semana se encontra engalanada para a festa da Nossa Senhora da Saúde. Entramos na aldeia e fomos tomar o cafezinho matinal no bar junto ao adro da igreja, gentilmente servido por um senhor, creio que festeiro, que fez questão de oferecer os cafezinhos e que agradecemos. Descemos …

Alvaiade, Perdigão e Vila Velha de Rodão"

Hoje, com um pelotão mais numeroso, fomos tomar o cafézinho matinal à Bolaria Rodense, em Vila Velha de Rodão. Abandonamos a cidade pouco depois das 08h30 e rumamos ao Perdigão, com passagem por Sarnadas de Rodão e Alvaiade. Seguimos depois pela estradinha panorâmica que liga o Perdigão a Vila Velha de Rodão, usufruindo da bonitas paisagens sobre a Serra das Talhadas e Vilas Ruivas. Depois da pequena tertúlia na Bolaria Rodense e já com os níveis repostos, rumamos à cidade, com passagem pelo Coxerro e Sarnadas. Aqui voltamos a encontrar o Joaquim Cabarrão e o Salvado, que deram uma volta mais pequena e juntos seguimos até à entrada da cidade, onde nos voltamos a separar, pois o restante grupo foi pela variante à Carapalha. Numa manhã já bem primaveril, alinharam para esta bonita volta, além de mim, o Jorge Palma, Tó Pinto, Fernando "Caraíbas", Sr. Silva, António Leandro e o João Salavessa.  Foram 75 kms, repletos de divertidas pedaladas, na companhia deste animado grupo de …