Avançar para o conteúdo principal

"Rota dos Lagartos by GPS"

Hoje foi dia de lagartagem!!!
O amigo Pinto Infante lá sacou do seu profundo baú, uma mão cheia de trilhos, organizando mais um dos seus já carateristicos eventos, que sobrevalorizam o conceito de btt ludico e eleva a sua "querida" Lardosa, assim como o nosso querido "condado" com estas manifestações ludico-desportivas, onde o convívio e a sã camaradagem, são já uma imagem de marca, fugindo às modernices dos eventos "maratonianos", onde a luta por uma classificação "dignificante" se sobrepõe ao verdadeiro convívio e espírito de entreajuda.
Hoje foi o ansiado dia da Rota dos Lagartos, guiada por gps, onde a malta se agrupava em torno de um ou mais aparelhos e navegava por esses trilhos fora, seguindo o track fornecido pelo amigo Pinto, contribuindo assim para que os campos ficassem libertos da lixeira composta pelas fitas plásticas abandonadas por algumas organizações após o evento e, por outro lado, os trilhos sem o malfadado lixo largado por alguns participantes mais "prós" com os envólucros dos geis, barras energéticas e garrafas plásticas, na sua "terrivel" luta contra o relógio.
Aqui toda a gente parou no abastecimento, comeu, bebeu e confraternizou. Bonito. Lindo de ver!!!
Não havia dorsais para à posteriori dar uma mirada no site da organização para ver as classificações.
Pronto, já disse . . . agora há que aguardar as "bocas" dos "discordantes"!!!
Eram 07h40 quando sai de casa e fui buscar o Nuno Eusébio, meu companheiro de aventura a casa.
Juntou-se o Luís Lourenço e já na Lardosa, o Sérgio Marujo.
Partimos com o grupo da rapaziada que habitualmente se junta nas docas e fomo-nos divertindo com as diversas peripécias ao longo de todo o pecurso, pois animação é o que não falta a esta rapaziada.
O ponto alto foi a passagem pelo Barbaído com os belos "branquinhos" na tasca do Ti Benvindo.
Foi a loucura total. Houve "meninos" que se fartaram de martelar na garrafinha!!! parecia uma romaria!!!
A passagem do Tripeiro, foi um momento divertido com as peripécias de cada um para transpor aqueles enormes pedregulhos, após passagem pela bonita Aldeia de Xisto de Martim Branco.
Com passagem pela Povoa de Rio de Moinhos, última povoação do percurso, depressa chegámos ao final, o local onde horas antes tinhamos partido.
 O Pinto Infante lá nos esperava, assim como um belo par de mini-jolas bem fresquinhas que baixaram um pouco a temperatura, pois hoje foi um dia "acalinado".
O almoço, como já era esperado, foi farto e bem confecionado e mais uma vez juntou a rapaziada para mais um momento de bom convívio.
Seguiram-se as despedidas da praxe a outros companheiros de outras latitudes e nós regressámos á cidade e, para que a tradição não se perca, "pousámos" ainda na Padaria do Montalvão para a sossega da praxe.
Uma calorosa manhã de btt, tanto a nível atmosférico, como de calor humano, partilhada por um bom lote de amigos e proporcionada pelo amigo Pinto Infante.
Aguardo já pela próxima. Busca lá uns trilhos pró Baú prá malta se divertir e confraternizar!!!

Fiquem bem
Vêmo-nos nos trilhos,
ou fora deles.
AC

Clip de Filme

Comentários

FMicaelo disse…
Excelente video! Aquelas paisagens estão fantásticas, com aquelas quedas de água.

Deu para ver muita malta amiga, ainda por cima em bons momentos de diversão! Excelente
Pinto Infante disse…
AC.
apetece-me dizer isto:
desde que me lembro andar nestas andanças já tu andavas e se calhar há muito tempo.
melhor que ninguém és o maior conhecedor dos trilhos da Beira Baixa. sempre te admirei pela tua capacidade como "carcaça ou raposa velha" que fazes dos teus tempos livres um desporto que tanto gostas, e que te te trás alma para viceres essa reforma da maneira livre como és.
não é a 1ª vez que te digo isto, mas para mim, é sempre um grande prazer receber a tua companhia, critica e amizade.
um pontinho de excepção neste video que mostras na rota dos lagartos:
a queda do Nuno em direto está quanto a mim brutal e espelha bem o espirito deste passeio. a alegria de quem participa, é pura e simplesmente brutal.
um dia destes faço-te uma surpresa que como deves calcular não te vou dizer, porque é surpresa eh eh
bem haja pelo apoio, comentário e participação neste e noutros eventos.
Pinto Infante

Mensagens populares deste blogue

"Passeio de Mota pela Galiza"

Mesmo com a meteorologia a contrariar aquilo que poderia ser uma bela viagem à sempre verdejante Galiza, 9 amigos com o gosto lúdico de andar de mota não se demoveram e avançaram para esta bonita aventura por terras "galegas"
Com o ponto de inicio no "escritório" do João Nuno para a dose cafeínica da manhã marcada para as 6 horas da manhã, a malta lá foi chegando.
Depois dos cumprimentos da praxe e do cafezinho tomado foi hora de partir rumo a Vila Nova de Cerveira, o final deste primeiro dia de aventura.
O dia prometia aguentar-se sem chuva e a Guarda foi a primeira cidade que nos viu passar. Sempre em andamento moderado, a nossa pequena caravana lá ia devorando kms por bonitas estradas, algumas com bonitas panorâmicas.
Cruzamos imensas aldeias, vilas e cidades, destacando Trancoso, Moimenta da Beira, Armamar, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Parada de Cunhos, Mondim Basto e cabeceiras de Basto, onde paramos para almoçar uma bela "posta", que es…

"Passeio de mota pelo Geopark Las Villuercas e Guadalupe"

"Feliz do homem que possui uma moto, ele pode viajar, ver paisagens e entender-se a si próprio." (Eric Viking) Hoje foi dia de dar liberdade à mota. Na companhia dum casal amigo, o José Paulo e a Carla, fomos passear de mota pelas Dehezas Extremeñas, Geopark de las Villuercas e uma pequena visita a Guadalupe, um dos mais bonitos "pueblos" de Espanha. marcamos encontro na Pastelaria "A Ministra", numa das rotundas do Bairro da Carapalha e pouco depois das 08h30, já com a matinal dose de cafeína ingerida, fizemo-nos à estrada. Rumamos a Segura, onde entramos na "tierra de nuestros hermanos" seguindo depois até á Ponte Romana de Alcântara, onde efetuamos uma pequena paragem para apreciar aquela fantástica obra de engenharia romana que maravilhou o mundo antigo. Com uma história que se perde no tempo, esta ponte carrega peripécias e curiosidades. Não entramos na povoação e por uma estradinha "vecinal" seguimos para Mata de Alcântara e Gar…

"Volta vadia a ver o mar"

"A felicidade é um fim de tarde olhando o mar" (Marina Nader)
 . . .e foi esse o objetivo deste meu passeio de bicicleta, que gosto de chamar de "volta vadia". Ir ver o mar na Figueira da Foz.
Delineei o percurso, circular como sempre, juntei um grupo de amigos, também eles fãs deste tipo de passeios velocipédicos e fizémo-nos à estrada.
Saímos de Castelo Branco pelas 06h00 e fomos tomar o primeiro cafezinho da manhã à Pastelaria "Estrela Doce", na Sertã, onde o meu irmão Luís nos esperava.
Depois da dose cafeínica e do pastelinho de nata, seguimos para Condeixa a Nova, o local de partida e chegada desta nossa pequena aventura, estacionando as viaturas no parque auto do Lidl.
Cerca das 08h30, já pedalávamos em direção a Ega, a primeira povoação que passaríamos rumo à Figueira da Foz.
O dia estava ótimo para pedalar e o pouco vento que se fazia sentir era nosso aliado.
Sempre em ritmo animado e em alegre cavaqueira, como é habito, quando algumas "per…