Avançar para o conteúdo principal

"Uma viagem à Galiza"

Há algumas semanas a esta parte recebi um convite da Delegação Oficial do Turismo Espanhol para integrar uma equipa ligada ao btt com o intuito de dar a conhecer em primeira mão o novo Centro de Btt "Portas de Galícia" e o já inaugurado Centro de Btt "O Salnés".
A equipa compunha, além do Blog AC - Trilhos e Aventuras, o Blog Zona55 e o Blog Ansibikers, representantes das revistas da especialidade, Bike Magazine, Freebike e Notícias do Pedal.
A partida estava marcada para o passado dia 16, eu e o João Valério da Zona55 juntámo-nos em Abrantes e seguimos para Leiria, onde nos iríamos juntar aos outros participantes no parque de estacionamento junto às piscinas do Estádio Municipal de Leiria.
Ali conhecemos o resto do grupo, o Gonçalo Costa o promotor do evento em representação da Tourspain, o José Ramalho do Ansibikers, o Pedro Pires e o Rui Botas da Bike Magazine, o Gonçalo Freitas e o Bruno Pires da Freebike, o António Baganha da Notícias do Pedal e também o motorista do autocarro que nos acompanharia durante todo o evento, o Carlos Conde.
Feitas as apresentações, seguimos viagem rumo à Peninsula de "O Salnés", ficando alojados no Hotel Rural "Quinta de San Amaro" em Meaño.
Aqui, conhecemos o Augustin "Guti" Martin, Gerente e Diretor de Projetos da Empresa Sherpa Projects, Andrés Castro, Consultor e responsável pela Produção e Logística e Mónica "Mó" Crisóstomo, Consultora e responsável pela Área de Desenho e Comunicação.
A Sherpa Projects é a empresa responsável pela criação e desenvolvimento dos Centros de Btt na Galiza e a sua manutenção.
Distribuídos os quartos, seguiu-se algum tempo de descontração com uns a visitar o bonito local onde se encontrava o hotel, rodeado de vinhedos de alvarinho e outros, descontraindo na piscina ou simplesmente relaxando nas espreguiçadeiras, utilizando o hi-fi disponível do hotel.
Seguiu-se uma reunião, onde nos foi explicada a dinâmica dos centros de btt, a sua criação e os seus objetivos, pelo Guti, pessoa de conversa fácil e profundo conhecedor do projeto. Também ele, assim como o Andrés e a Mónica são praticantes de btt, uma garantia de que as "rutas" são escolhidas por quem sabe diferenciar os diversos níveis necessários para que sejam acessíveis a qualquer praticante mais usual ou apenas ocasional.
Já no final do dia voltamos ao autocarro para nos deslocarmos a Sanxenxo. Passeamos junto à bonita e famosa "Playa de Silgar" em direção à marina onde esperamos pela presença da Secretária Geral do Turismo para a Galiza, Senhora Nava Castro.
O jantar foi servido no Restaurante "La Taberna del Nautico" e após as apresentações, demos início à lauta refeição que iniciou com umas boas entradas de marisco e terminou com um suculento rodovalho, acompanhado com o excelente vinho da região, ou não fosse aquela zona conhecida pelo seu magnífico Alvarinho.
Depois da foto de grupo com a Senhora Secretária Geral de Turismo voltamos à Quinta de San Amaro, onde regressámos aos quartos para um merecido descanso.
O segundo dia (17) começou com um farto pequeno almoço de buffet antes da partida para o início da "Ruta 2 - Muiños de Armenteira".
Depois de preparadas as bikes  iniciamos o percurso que durou cerca de duas horas, com diversos tipos de níveis, percorrendo algumas seções das Rotas 1, 2, 3 e 10 com passagem pelo Convento de Armenteira e chegada ao ponto de acolhimento no Campo de Golf de Meis no Monte Castrove.
Este centro de Btt oferece 10 Rotas para todos os níveis, com as mais acessíveis junto ao Campo de Golf e redondezas, destacando-se a do Circuito do Monte Escusa, onde se podem apreciar as belas vistas sobre as Rias de Arousa e Pontevedra.
Para os mais bem preparados física e tecnicamente, os itinerários junto ao Monte Castrove serão certamente "um docinho" com trilhos e paisagens fantásticas.
À chegada ao Centro de Acolhimento em pleno Campo de Golf de Meis esperava-nos um pequeno abastecimento para seguidamente tomarmos banho e seguirmos para a Vila de Allariz. "Uma das mais interessantes vilas galegas, Allariz é desde 1971, conjunto histórico artístico. O «casco» antigo e as paisagens envolventes ao rio Arnóia dão a Allariz, um encanto quase único, onde a história está escrita nas pedras, com um trabalho cuidado na conservação. Espaços verdes embalando o rio, com zonas lúdicas, piscinas, igrejas, convivendo lado a lado, e à sua espera de uma visita... se possível demorada... para poder respirar Allariz." ( in Guia da Cidade)
Almoçamos no Restaurante "A Fábrica de Vilanova", um restaurante encantador. Depois de um belíssimo almoço gourmet fomos visitar a monumental vila e os seus belos recantos.
Depois desta interessante visita seguimos para a "Casa da Viúva", Oficina de Turismo em "A Gudiña"  onde funciona também o Centro de Acolhimento do Centro de Btt "Portas de Galícia".
O Guti explicou-nos o funcionamento do Centro de Btt, os objetivos e expetativas e falou-nos dos seus 12 percursos possíveis e criados a pensar em todos os níveis de praticantes.
Este Centro de Btt, com a sua sede na "Casa da Viúva" em "A Gudiña" encontra-se em plena fronteira entre a Galiza, Portugal e Castela e Leon.
Nele constam 12 percursos que permitem conhecer os municípios de "A Gudiña, A Mesquita, Riós, Viana do Bolo e Vilariño de Conso" numa extensão total de 244 kms com vários níveis de dificuldade.
Voltamos ao autocarro para seguirmos em direção ao "Hotel SPA Vilavella" em "A Mesquita", com a "rapaziada" já a pensar em desfrutar duns belos momentos de relaxamento no SPA do hotel.
Distribuídos os quartos, dirigi-me ao meu, o 104 e quando abri a porta fiquei surpreso com o luxo e o espaço.
Nunca tinha estado num quarto de rés-do-chão e primeiro andar com todas as mordomias. Sala de estar, casas de banho e jacuzzi no rés-do-chão e quarto, escritório e varanda no primeiro andar. Maravilha!
Todos foram para o SPA e eu como não levei touca e segundo constava, era obrigatória, fiquei-me pelo jacuzzi.
Chegou-se a hora do jantar e reunimo-nos na sala para degustar mais um belíssimo jantar gourmet, terminando com a sobremesa e café servidos num salão só para nós, acompanhados musicalmente por um espetacular grupo de musica "gallega" que nos animou de tal forma, que no final já todos cantávamos. Um bom momento de convívio!
No dia seguinte (18) e depois de um farto pequeno almoço de buffet fomos até ao autocarro que nos levou até Vilariño de Conso.
Descarregamos as bikes e durante cerca de duas horas pedalamos por alguns dos bonitos trilhos que compõem aquele centro de btt.
Começamos pela "Ruta 7" que entrelaçamos com os percursos 8, 9, 10 e 11, onde destaco a subida à Aldeia de Conso e a passagem pela Ponte de Santa Mariña cruzando o "Encoro do Vao".
Pedalamos algum tempo ladeando a barragem (encoro) com umas vistas fantásticas para enfrentarmos depois uma longa e bonita subida que nos brindou com uma fantástica panorâmica lá do alto.
Seguimos agora em direção a Viana do Bolo, quase sempre em sentido descendente, até chegarmos ao segundo ponto de receção do dia "Casa de Cultura".
Depois do banho voltamos ao autocarro e seguimos para a aldeia de Sevane de Abaixo onde nos aguardava um espetacular almoço, também gourmet, na fantástica Hacienda Airabella.
Não poderia ser melhor a última refeição tomada em terras "gallegas".
Chegou a altura das despedidas. Ficaram os bons momentos, as novas amizades e o carinho e simpatia com que fomos recebidos.
Conheci uma parte da Galiza que ainda me era um pouco desconhecida e conheci um projeto relacionado com o desporto que adoro, o Btt!
A aventura e a evasão está-me no sangue e como tal, foi com naturalidade e sem esforço que absorvi grande parte da informação que foi sabiamente facultada pelo pessoal da Sherpa Projects, maioritariamente pelo Guti.
Fiquei sobretudo com vontade de explorar os contornos do centro de Btt "Portas de Galiza". Francamente,  "O Salnés", para mim e enquanto centro de btt não teria o suficiente para me fazer deslocar de Portugal, cerca de 1000 Kms, ida e volta. Refiro-me obviamente à componente paisagística, a alguns trilhos e à minha forma de estar na natureza.
Gosto de evasão, de montanha e de trilhos de outrora. Se possível afastados dos grandes centros urbanos.
Atravessar as montanhas de vales profundos do centro de Btt "Portas de Galicia", descobrir calmamente os Encoros (barragens) "das Portas" e de "O Vao" indo ao encontro da riqueza histórica de pequenas povoações semi-abandonadas, conhecer as suas gentes e as suas culturas é uma ideia que já começa a ter forma na minha mente.
Hei-de desafiar alguns amigos para me acompanharem qualquer dia numa ida à Galiza, desta vez com a minha bike na bagagem.
Não é difícil planear um fim de semana com amigos para umas boas pedaladas, ou acompanhado da família, depois de conhecer o funcionamento dos Centros de Btt na Galiza.
A boa gastronomia e a simpatia das gentes "galegas" são uma preciosa ajuda nesta decisão.
Um sincero agradecimento ao Gonçalo Costa da Tourspain pelo convite e ao Guti, ao Andrés e à Mó pelo fantástico acolhimento e acompanhamento e um até breve!
Aos meus companheiros portugueses, João Valério (Zona55), Zé Ramalho (Ansibikers), António Baganha (Notícias do Pedal), Gonçalo Freitas e Bruno Pires (Freebike), Pedro Pires e Rui Botas (Bike Magazine) e também ao nosso fantástico motorista, Carlos Conde (CC), um grande abraço . . . vêmo-nos por aí!!!
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles
AC 

Comentários

Parabéns pela reportagem. Bem resumida e com bastante informação. Só um reparo, a Secretária Geral tem por nome "Nava" e não "Eva".

Abraço, João Valério
Silvério disse…
Antes de mais reforço os parabéns, que tive oportunidade de te transmitir pessoalmente no momento em que me informaste, pelo merecido "prémio" com que que foste "surpreendido". Na minha modesta opinião assenta-te muito bem pelo trabalho que desenvolves nesta matéria.
Também penso que os que "apostaram" em ti/no teu blog após lerem esta magnifica reportagem sobre o evento, estarão satisfeitos, porque a ganharam.
A reportagem está bem construída e disponibiliza a informação relevante e suficiente para fazer crescer a vontade em todos os que a lerem de visitar e pedalar naqueles locais. Parabéns
Abraço
Silvério
Ansibikers disse…
Boas
Caro amigo A.C.
Parabéns pelo belíssimo trabalho em detalhe, que elaboraste de forma rápida e precisa, do que foi esta aventura por nós vivida em plena harmonia de grupo e em grande satisfação de todos.
Parabéns mais uma vez ao blogger A.C.

Grande abraço, Zé Ramalho
ANSIBIKERS

Mensagens populares deste blogue

"Passeio de Mota pela Galiza"

Mesmo com a meteorologia a contrariar aquilo que poderia ser uma bela viagem à sempre verdejante Galiza, 9 amigos com o gosto lúdico de andar de mota não se demoveram e avançaram para esta bonita aventura por terras "galegas"
Com o ponto de inicio no "escritório" do João Nuno para a dose cafeínica da manhã marcada para as 6 horas da manhã, a malta lá foi chegando.
Depois dos cumprimentos da praxe e do cafezinho tomado foi hora de partir rumo a Vila Nova de Cerveira, o final deste primeiro dia de aventura.
O dia prometia aguentar-se sem chuva e a Guarda foi a primeira cidade que nos viu passar. Sempre em andamento moderado, a nossa pequena caravana lá ia devorando kms por bonitas estradas, algumas com bonitas panorâmicas.
Cruzamos imensas aldeias, vilas e cidades, destacando Trancoso, Moimenta da Beira, Armamar, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Parada de Cunhos, Mondim Basto e cabeceiras de Basto, onde paramos para almoçar uma bela "posta", que es…

"Passeio de mota pelo Geopark Las Villuercas e Guadalupe"

"Feliz do homem que possui uma moto, ele pode viajar, ver paisagens e entender-se a si próprio." (Eric Viking) Hoje foi dia de dar liberdade à mota. Na companhia dum casal amigo, o José Paulo e a Carla, fomos passear de mota pelas Dehezas Extremeñas, Geopark de las Villuercas e uma pequena visita a Guadalupe, um dos mais bonitos "pueblos" de Espanha. marcamos encontro na Pastelaria "A Ministra", numa das rotundas do Bairro da Carapalha e pouco depois das 08h30, já com a matinal dose de cafeína ingerida, fizemo-nos à estrada. Rumamos a Segura, onde entramos na "tierra de nuestros hermanos" seguindo depois até á Ponte Romana de Alcântara, onde efetuamos uma pequena paragem para apreciar aquela fantástica obra de engenharia romana que maravilhou o mundo antigo. Com uma história que se perde no tempo, esta ponte carrega peripécias e curiosidades. Não entramos na povoação e por uma estradinha "vecinal" seguimos para Mata de Alcântara e Gar…

"Volta vadia a ver o mar"

"A felicidade é um fim de tarde olhando o mar" (Marina Nader)
 . . .e foi esse o objetivo deste meu passeio de bicicleta, que gosto de chamar de "volta vadia". Ir ver o mar na Figueira da Foz.
Delineei o percurso, circular como sempre, juntei um grupo de amigos, também eles fãs deste tipo de passeios velocipédicos e fizémo-nos à estrada.
Saímos de Castelo Branco pelas 06h00 e fomos tomar o primeiro cafezinho da manhã à Pastelaria "Estrela Doce", na Sertã, onde o meu irmão Luís nos esperava.
Depois da dose cafeínica e do pastelinho de nata, seguimos para Condeixa a Nova, o local de partida e chegada desta nossa pequena aventura, estacionando as viaturas no parque auto do Lidl.
Cerca das 08h30, já pedalávamos em direção a Ega, a primeira povoação que passaríamos rumo à Figueira da Foz.
O dia estava ótimo para pedalar e o pouco vento que se fazia sentir era nosso aliado.
Sempre em ritmo animado e em alegre cavaqueira, como é habito, quando algumas "per…