domingo, 30 de novembro de 2014

"Betêtada domingueira"

Aos domingos é quase sempre dia de betêtada.
Pelas 08h00 lá estava eu, o Álvaro Lourenço, o Pedro Antunes e o Abílio Fidalgo, a tomar o cafezinho matinal no Café Sical, nas Docas.
Hoje entregamos "a pasta" ao Abílio que foi passear a malta, com direito a SPA. (banhinho de lama)
Abandonamos as Docas em direção à Fonte Santa e com passagem pelo Monte S. Luís e Balorca, chegámos aos Escalos de Baixo, onde umas pinguitas começaram a apoquentar a malta, pois só o Fidalgo levava capa para a água.
Mais uma gafe dos serviços de meteorologia, que apontavam para hoje ausência de chuva e dando sol para todo o país.
Passamos a aldeia e seguimos para a Lousa, com passagem na extrema do Vale Silveira e pelos Penedos Furados.
Já na Lousa, fomos até ao Café Quazidez, no jardim defronte da igreja e por ali estivemos entretidos bebericando umas bebiditas, aguardando que a chuva parasse, pois tinha começado a cair com mais força.
Alguns momentos de indecisão . . . voltamos, continuamos, como é!
Com o céu um pouco mais claro para os lados da Lardosa, levou-nos a decidir continuar . . . e ainda bem!
Livramo-nos da chuva e continuamos a nossa passeata.
Abandonamos a aldeia e seguimos para o Vale do Freixo, fletindo depois à esquerda depois de passar a ribeira, subindo ao VG do Vale do Asno.
Não chegamos a entrar na Lardosa e contornamos a Seixeira para tomar o azimute a Alcains, com passagem pela Folha da Lardosa e Pôr da Vaca.
Em Sta Apolónia decorria o Alcains Cross Run, com participação da malta do CB running, mas não nos detivemos, apenas uma ligeira paragem e seguimos em direção à cidade, pela Atacanha, onde chegamos pelas 12h15, com 60 enlameados kms, numa manhã divertida e na companhia de alguns amigos.
A abaladiça da praxe, deu-se no Café "O Lusitano" e depois de um "até á próxima", fomos ao banhinho quente e almocinho retemperador.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: