Avançar para o conteúdo principal

"1ª. Maratona de S. Lourenço - Abrantes"

Depois de uma semana de tempo instável, onde a chuva foi predominante, adivinhava-se fácilmente que esta 1ª Maratona de S. Lourenço, em Abrantes, não seria pêra doce no tocante ao estado dos trilhos.
Já há alguns dias inscrito e apesar de ter chovido toda a noite e continuando durante a manhã, não poderia deixar de estar presente nesta Maratona, a cuja organização estava ligado o amigo Chamusco, um companheiro bem "castiço" e reinadio.
De Castelo Branco eram 6 os participantes e todos eles alinharam na partida do evento.
A saber: AC, Rui Pires, Pedro Roxo, José Luís, Vasco e Rui Leitão.
Marcámos encontro pelas 07h na Padaria de Montalvão para a matinal dose de cafeína e em caravana rumámos a Abrantes, onde chegámos pelas 08h ao aprasível Parque de S. Lourenço.
Fomos dos primeiros madrugadores a chegar ao local, pois ainda pouca gente por ali se encontrava.
Depois de levantar os dorsais, por ali nos mantivemos na conversa e dando conta da azáfama da chegada dos restantes participantes e respectiva azáfama na preparação das bikes e respectivo material.
Esta Maratona tinha componente competitiva e os participantes foram alinhados nas respectivas categorias, desde séniores a veteranos.
A partida deu-se pelas 09h30 após um pequeno briefing e lá arrancou aquele colorido pelotão em direcção aos trilhos.
Estes encontravam-se em estado deplorável para a prática do Btt e foi um constante lamaçal durante todo o percurso, onde a concentração era total e a possibilidade de quedas estava sempre presente e algumas houve, mas sem consequências.
A dificuldade ficou acrescida com as condições atmosféricas, tornando as subidas um suplício e as descidas um martírio.
Todas estas condições tiraram a côr ao que teria sido esta maratona com tempo seco, pois toda ela estava recheada de bonitos trilhos e excelentes paisagens, que não se puderam apreciar na sua plenitude derivado à chuva e neblina e sobretudo à concentração necessária para manter a bike nos trilhos.
Contudo, nada disso tirou valor a este evento a cuja organização dou os meus parabéns pelo esforço e pela organização à altura duma maratona desta natureza.
Se bem esteve na recepção aos participantes, melhor esteve na assistência durante a prova, culminando com um excelente almoço de bufet, composto por três variedades na sua ementa, além das respectivas saladas e sobremesas variadas, podendo cada um repetir as vezes que quisesse e como lhe aprouvesse.
A malta cá do burgo portou-se bem com boas classificações na prova, apesar da dureza da mesma, conquistando eu (AC) o 1º. Lugar em Veteranos C e o Rui Leitão o 1º. Lugar em Veteranos B, apesar de não participar com intenção de competir, mas como o dia não estava bom para a fotografia, a chuva e o estado do terreno quase que me obrigaram a andar um pouco mais rápido, dentro do razoável, acabando por ganhar o 1º. lugar na minha categoria, sem que fosse esse o meu objectivo principal. Mas também não me fica mal!!! (acho eu)
Depois de conseguir largar o fatinho com quilos de lama agarrada, tomar o banhinho retemperador, almoçar e assistir à entrega de prémios, regressei a casa, na companhia da restante malta, com excepção do Rui Pires, que ficou no Rossio de Abrantes, ainda a tempo assistir à goleada do "Glorioso" ao Marítimo.
Um adversário a ter em conta, lá mais para a frente!!!
No próximo Sábado vou pelo segundo ano consecutivo participar no mítico Tróia - Sagres desta vez acompanhado pelo meu amigo Joaquim Cabarrão, um excelente rolador e um bom companheiro de longa data.
Fiquem bem

Vêmo-nos nos trilhos
AC

Comentários

Anónimo disse…
Boas tardes, caro amigo Sr. Cabaço, ta tudo impecavel mas so uma coisa mal, o meu nome é Pedro Roxo e não "João Roxo"....mas não faz mal, ah se não nos virmos ate lá, que corra tudo bem na travesia de sabado. Boas pedaladas
Anónimo disse…
Muito bem, boas fotos como de costume, quanto a classe de infantis, acho que dentro de pouco tempo vão ser o orgulho de todos os bttistas da actualidade, a começar pelo Eduardo (Amieiro Bikes)entretanto trata os pedais de encaixe por tu lol
Clule de Ciclismo Vila Flor disse…
Bom Blog visitem-nos!

www.cciclismo-vilaflor.blogspot.com

Boas pedaladas!!

Mensagens populares deste blogue

Alvaiade, Perdigão e Vila Velha de Rodão"

Hoje, com um pelotão mais numeroso, fomos tomar o cafézinho matinal à Bolaria Rodense, em Vila Velha de Rodão. Abandonamos a cidade pouco depois das 08h30 e rumamos ao Perdigão, com passagem por Sarnadas de Rodão e Alvaiade. Seguimos depois pela estradinha panorâmica que liga o Perdigão a Vila Velha de Rodão, usufruindo da bonitas paisagens sobre a Serra das Talhadas e Vilas Ruivas. Depois da pequena tertúlia na Bolaria Rodense e já com os níveis repostos, rumamos à cidade, com passagem pelo Coxerro e Sarnadas. Aqui voltamos a encontrar o Joaquim Cabarrão e o Salvado, que deram uma volta mais pequena e juntos seguimos até à entrada da cidade, onde nos voltamos a separar, pois o restante grupo foi pela variante à Carapalha. Numa manhã já bem primaveril, alinharam para esta bonita volta, além de mim, o Jorge Palma, Tó Pinto, Fernando "Caraíbas", Sr. Silva, António Leandro e o João Salavessa.  Foram 75 kms, repletos de divertidas pedaladas, na companhia deste animado grupo de …

"Hoje fomos à romaria"

A manhã acordou hoje límpida e solarenga, num bom incentivo para um bom par de pedaladas asfálticas. Quando saí da garagem já o Álvaro e o Leandro me esperavam. Juntos fomos até à Rotunda das Violetas, ao encontro do Luís Lourenço e do Nuno Eusébio. Pouco depois chegou o Jorge Palma. Para não perder a prática tive ainda que mudar a câmara de ar da minha roda traseira que vinha com um pequeno furo, originado por uma limalha. Já com a "ézinha" pronta a rodar, fizemo-nos à estrada, abandonando a cidade pela Milhã, rumo ao Juncal do Campo pela estradinha panorâmica da Quinta de Valverde. Cruzamos a aldeia e entroncamos na N.12, onde fletimos à direita, rumo ao Padrão, uma pequena aldeia que este fim de semana se encontra engalanada para a festa da Nossa Senhora da Saúde. Entramos na aldeia e fomos tomar o cafezinho matinal no bar junto ao adro da igreja, gentilmente servido por um senhor, creio que festeiro, que fez questão de oferecer os cafezinhos e que agradecemos. Descemos …

"Rota do Bucho/2016"

Pelo segundo ano consecutivo, resolvi editar a Rota do Bucho, com um passeio pelos trilhos de Malpica do Tejo, uma bonita aldeia onde tenho raízes, que termina à mesa com um belo bucho de ossos à boa moda malpiqueira. Convidei um "magote" de amigos, dos quais dezasseis disseram presente. O ponto de reunião, foi desta vez na Pastelaria Cantinho dos Sabores, na Rotunda da Racha, onde tomamos o cafézinho matinal. Pelas 08h20 partimos em pelotão auto rumo a Malpica do Tejo, onde o Rui e a Sandra Tapadas já nos aguardavam. A previsão era de vento forte e alguns aguaceiros e desta vez o S. Pedro não nos "despontou", mandou mesmo umas belas rajadas de vento e umas belas bátegas de água, que nos atingiram por três vezes, um pouco no início desta pequena aventura, sensivelmente a meio, quando estávamos à vista de um local de abrigo, a aldeia de Lentiscais e no final, em jeito de banho. Pelas 09h00, como planeado, abandonávamos a aldeia rumo ao Monte do Couto do Alberto, en…