sexta-feira, 15 de outubro de 2010

"Vale do Malmedra"

Na passada quarta feira, acompanhado do Carlos Sales, fomos tomar o cafézinho matinal aos Lentiscais e, dar um pulinho ao Vale do Malmedra, um recanto onde nos meus tempos de caçador, tive alguns bons momentos na caça aos tordos e pombos torcazes.
Saímos da cidade pouco depois das 08h e rumámos à Sra de Mércules, descendo ao vale do Ponsul pelo Forninho do Bispo e Rebouça.
Seguimos depois o estradão, já no vale do Ponsul, pelos montes Sordo e da Ponte, até à Ponte Nova, onde parámos um momento para apreciar aquela sempre bonita paisagem da ponte romana, cujos arcos se afundam na quietude das águas do rio.
Subimos ao Monte Picado e seguimos em direcção aos Lentiscais.
Ali parámos no Café Pescaça, onde tomámos a matinal dose de cafeína, e nos entretivemos um pouco com dois dedos de conversa, com o amigo João, proprietário do café.
Saímos depois pela zona do arrabalde e seguimos para o Vale do Malmedra, onde a minha ideia inicial se viu gorada por um portão fechado a cadeado, que não nos permitiu descer a um bonito recanto, onde a ribeira desagua no rio Ponsul. Virámos então á direita, por um trilho que nos levou até à margem esquerda do rio, mas derivado ao extenso matagal, não foi possível apreciá-lo como pretendido.
Valeram as recordações e um "naco" de bonitos trilhos, até entrarmos de novo no Monte do Picado.
Descemos para a ponte, pelo mesmo trilho e após passar a ponte, virámos à esquerda para o Monte do Chaveiro, por onde subimos à zona de lixeira e daí, para o trilho no eucaliptal, que nos levou até aos montes do Cagavaio.
Subimos ao vale circundante ao Monte S. Martinho, pelo Vedulho e entrámos na cidade, ainda cedo, onde em jeito de sossega, nos sentámos na escadaria de acesso ao prédio onde vive o Carlos, a bebericar uma bjeca, que ele foi a casa buscar e por ali estivemos algum tempo conversando sobre temas banais..
Foram 47 kms descontraidos, na companhia do amigo Carlos Sales, numa manhã amena e solarenga.
.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos,
ou fora deles.
AC

Sem comentários: