Avançar para o conteúdo principal

"VI Trilhos da Raia"

Pelo sexto ano consecutivo, a rapaziada da ACIN, levou a efeito mais um grande dia de BTT.
Quem pensava que aquele evento já nada tinha para melhorar, certamente que se enganou, como foi o meu caso.

Quanto à orgânica, almoço e simpatia, nisso, creio qua nada há a melhorar.
Agora o que me surpreendeu, foi a capacidade daquela malta para desencantar trilhos e singelas passagens.

Este ano com o percurso feito meio ao contrário, meio no mesmo sentido, conseguiram ainda juntar, aos belos singles já existentes, aquela secção final, que deliciou a maioria da rapaziada.
Este ano, acompanhei o Silvério e o Luís Lourenço e concluímos o percurso dando mais atenção à componente paisagística. Passar por Alcafozes, Idanha-a-Velha e Monsanto e não apreciar a grandiosidade das suas paisagens e a beleza da sua arquitectura, é um escravo do entrançado de tubos que trás debaixo dos ditos, porque ali, não há nada para ganhar, apenas companheirismo e amizade.

Pelas 08h, já estava em Idanha-a-Nova.
deixei a minha "ramona"junto aos balneários e fui com o Sivério ao secretariado levantar os dorsais.

Voltámos ao parque de estacionamento junto aos balneários, preparei a bike e fomos os três, eu, o Silvério e o Luís, tomar a respectiva dose matinal de cafeína.

Descemos então ao recinto da feira, onde seria a partida para mais este bonito evento.
Uma grande massa humana, animava o recinto.

Ali encontrei e cumprimentei alguns amigos e, após o sinal de partida, lá arrancámos para mais uma belíssima manhã de btt.

Posicionámo-nos na cauda do pelotão, por opção, mas os primeiros kms foram um pouco complicados. Muita rapaziada e nas passagens mais estreitas, havia que parar e esperar que o grande pelotão fluisse mais um pouco.

Após o paredão da barragem, o Luís Lourenço teve problemas com o shifter das mudanças e lá estivemos de volta do "engenho" a tentar reparar a coisa. Mas o óleo que o Luís ali tinha colocado, teve um efeito contrário ao desejado.

O problema acabou por se resolver temporáriamente, pois uma vez trabalhava bem, outras vezes, nem tanto, mas com um pouco de manha, lá conseguiu terminar os 75 kms do percurso .
Os abastecimentos, eram para parar e degustar . . . e nós parámos e degustámos!!!
As paisagens, eram para apreciar . . . e nós apreciámos!!!

Os fabulosos singles e calçadas romanas, eram para diversão . . . e nós divertimo-nos, e de que maneira!!!

Os nossos companheiros, proporcionávam-nos diversão e amena cavaqueira . . . e nós confraternizámos!!!

O divinal porco no espeto e o arrozinho era para comer e saborear . . . e nós comemos e saboreámos!!!

Aquela bela imperial era para beber e saborear . . . e nós bebemos . . . e não foi só uma!!!
Enfim uma manhã e parte de tarde fabulosa, divertindo-nos nos espectaclares trilhos que sempre compõem os Trilhos da Raia, alambazámo-nos com o apetitoso almoço e, bebemos uns canecos, para que a secura não nos atormentasse.

Obrigado malta da ACIN e para o ano, se as pernitas ainda o permitirem, lá estarei novamente.
.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos,
ou, fora deles.
AC

Comentários

Carlos Gaspar disse…
viva amigo Cabaço, foi com enorme prazer que o cumprimentei pessoalmente e espero que o evento lhe tenha corrido da mesma forma que a nós BTT100Stress ... 5*****.
Sempre que vier para os lados de TOMAR, não hesite em dizer qualquer coisa para que possamos percorrer alguns trilhos cá da zona.
Um abraço
Carlos Gaspar
Ricardo Almeida disse…
Muito boas tardes

É um prazer enorme ler sempre os seus relatos utiliza as palavras aliadas às fotografias de uma maneira fantástica!
Muitos parabéns pelas suas publicações neste e pela sua maneira de encarar esta modalidade.

Também estive presente VI Trilhos da Raia e adorei...filos com igual espírito na companhia de 2 amigos, penso que até um dos companheiros que iam consigo nos fez o favor de tirar uma foto no ultimo abastecimento!

Um abraço
Ricardo Almeida
OFF ROAD BIKERS disse…
Muito bonita as fotos e os lugares por aonde pedalas. Daqui do Brasil sempre acompanhamos seus post
grande abraço

Mensagens populares deste blogue

Alvaiade, Perdigão e Vila Velha de Rodão"

Hoje, com um pelotão mais numeroso, fomos tomar o cafézinho matinal à Bolaria Rodense, em Vila Velha de Rodão. Abandonamos a cidade pouco depois das 08h30 e rumamos ao Perdigão, com passagem por Sarnadas de Rodão e Alvaiade. Seguimos depois pela estradinha panorâmica que liga o Perdigão a Vila Velha de Rodão, usufruindo da bonitas paisagens sobre a Serra das Talhadas e Vilas Ruivas. Depois da pequena tertúlia na Bolaria Rodense e já com os níveis repostos, rumamos à cidade, com passagem pelo Coxerro e Sarnadas. Aqui voltamos a encontrar o Joaquim Cabarrão e o Salvado, que deram uma volta mais pequena e juntos seguimos até à entrada da cidade, onde nos voltamos a separar, pois o restante grupo foi pela variante à Carapalha. Numa manhã já bem primaveril, alinharam para esta bonita volta, além de mim, o Jorge Palma, Tó Pinto, Fernando "Caraíbas", Sr. Silva, António Leandro e o João Salavessa.  Foram 75 kms, repletos de divertidas pedaladas, na companhia deste animado grupo de …

"Hoje fomos à romaria"

A manhã acordou hoje límpida e solarenga, num bom incentivo para um bom par de pedaladas asfálticas. Quando saí da garagem já o Álvaro e o Leandro me esperavam. Juntos fomos até à Rotunda das Violetas, ao encontro do Luís Lourenço e do Nuno Eusébio. Pouco depois chegou o Jorge Palma. Para não perder a prática tive ainda que mudar a câmara de ar da minha roda traseira que vinha com um pequeno furo, originado por uma limalha. Já com a "ézinha" pronta a rodar, fizemo-nos à estrada, abandonando a cidade pela Milhã, rumo ao Juncal do Campo pela estradinha panorâmica da Quinta de Valverde. Cruzamos a aldeia e entroncamos na N.12, onde fletimos à direita, rumo ao Padrão, uma pequena aldeia que este fim de semana se encontra engalanada para a festa da Nossa Senhora da Saúde. Entramos na aldeia e fomos tomar o cafezinho matinal no bar junto ao adro da igreja, gentilmente servido por um senhor, creio que festeiro, que fez questão de oferecer os cafezinhos e que agradecemos. Descemos …

"Rota do Bucho/2016"

Pelo segundo ano consecutivo, resolvi editar a Rota do Bucho, com um passeio pelos trilhos de Malpica do Tejo, uma bonita aldeia onde tenho raízes, que termina à mesa com um belo bucho de ossos à boa moda malpiqueira. Convidei um "magote" de amigos, dos quais dezasseis disseram presente. O ponto de reunião, foi desta vez na Pastelaria Cantinho dos Sabores, na Rotunda da Racha, onde tomamos o cafézinho matinal. Pelas 08h20 partimos em pelotão auto rumo a Malpica do Tejo, onde o Rui e a Sandra Tapadas já nos aguardavam. A previsão era de vento forte e alguns aguaceiros e desta vez o S. Pedro não nos "despontou", mandou mesmo umas belas rajadas de vento e umas belas bátegas de água, que nos atingiram por três vezes, um pouco no início desta pequena aventura, sensivelmente a meio, quando estávamos à vista de um local de abrigo, a aldeia de Lentiscais e no final, em jeito de banho. Pelas 09h00, como planeado, abandonávamos a aldeia rumo ao Monte do Couto do Alberto, en…