domingo, 13 de fevereiro de 2011

"Pedalada à chuva"

Depois do "puxanço" de ontem, nada melhor que uma voltinha de recuperação activa, como mandam as regras.
Ontem, combinei com o Silvério a voltinha de hoje, se não chovesse!!!
Tudo bem. Pelas o8h30, espreitei à janela e não chovia, apesar do dia bastante cinzento e a ameaçar chuva.
Mas não havia de ser nada. Poderia ser que não chovesse.

Logo para começar o dia, tive dois furos, ainda dentro da garagem. O Silvério que já me esperava junto ao Modelo, acabou por vir a meu encontro.
Saímos já pelas 09h45 e fomos beber o cafézinho matinal a S. Miguel D'Acha, ao café da D. Maria.
Até aqui tudo bem, não choveu. No entanto, quando começámos a descer para a ponte da Ribeira de S. Miguel, a chuva começou a aparecer.
À passagem pela Orca, o destino estava marcado. Iamos apanhar uma valente molha.

Dito e feito. Foi em passo de corrida, ou melhor, em pedalada de corrida, que tentámos "atalhar" o tempo de chegada a casa.
Passámos pelas Zêbras, Vale da Torre e Lardosa. A seguir a Alcains, parecia um dilúvio e já tinha dificuldade em ver a estrada.
Que grande molha!! Já há uns tempos que não apanhava uma destas. Mas lá diz o ditado . . . quem corre por gosto, não cansa!!!
Foram os 70 kms mais humidos, pedalados este ano. Espero que sejam os únicos!!!
<>
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

Sem comentários: