quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

"Ingarnal"

Hoje, juntei-me de novo ao Nuno Maia, para mais uma voltinha com as "magrinhas".
O ponto de encontro, foi desta vez junto ao parque de estacionamento do Modelo/Continente, pelas 08h00.
Com um frio de murchar orelhas, abandonamos a cidade em direção ao Salgueiro do Campo, com os campos todos vestidos de branco, principalmente as partes mais baixas e com a temperatura a marcar 1 grau no meu aparelhómetro.
Sempre pela N.112 fomos até à Lameirinha, onde fletimos à direita para a M.525 em direção a Almaceda.
Chegados à aldeia paramos na padaria/pastelaria e ali ingerimos a matinal dose de cafeína, acompanhado do sempre cobiçado pastelito de nata.
Com os pés e mãos ainda em busca de calor, por ali nos mativemos algum tempo na conversa, até que decidimos "atacar" o objetivo do dia, a subida ao Ingarnal , com continuação até ao final do asfalto na cumeada do Cabeço da Sobreira.
É, na verdade, um bom arfanço, mas vale sempre a pena pelas maravilhosas paisagens que se podem desfrutar la na cumeada do Cabeço da Sobreira.
Desfrutamos um pouco daquela bonita panorâmica enquanto repunhamos os níveis calóricos e descemos de novo ao Ingarnal e Almaceda.
O caminho de regresso foi exatamente o mesmo, só que agora em sentido inverso.
O dia estava esplêndido com o sol a brilhar, proporcionando uma visão até onde a nossa vista podia alcançar.
Entramos na cidade pelas 12h00, após 80 kms pedalados em ritmo calmo e descontraído, numa manhã algo exigente, quer pelo frio nas primeiras horas do nosso passeio, quer pela altimetria, que nos ajudou um pouco a acalentar o corpinho.

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: