segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

"Rota dos Madeiros 2014"

Neste final de ano de 2014, a Rota dos Madeiros, com o carimbo da loja Amieirobikes, veio mais uma vez juntar um bom lote de amigos e conhecidos do pedal, onde o espírito natalício, a amizade e o companheirismo, têm um protagonismo mais marcante.
O pessoal começou a juntar-se na loja  Amieirobikes pelas 08h00, onde tinham à disposição o belo do Bolo Rei, as Filhoses e a jeropiga da praxe, ou ainda, para os mais friorentos uma "escaldante aguardente", o melhor remédio para frieiras causadas pelo frio.
Já com a malta toda reunida partimos em direção ao primeiro madeiro, junto ao adro da igreja no Freixial do Campo.
Pelo caminho a animação, as larachas e as brincadeiras dos mais afoitos não faltaram, assim como a bela da "jiribita" dissimulada nalguns bidons.
Feita a primeira visita, seguimos depois para a aldeia de Tinalhas, com mais uma visita e foto da praxe, ao madeiro exposto junto à igreja matriz, seguido da matinal dose de cafeína no café junto à igreja.
Sempre bem dispostos, a malta que compunha este extenso pelotão "natalício" ia-se espalhando pelos trilhos em pequenos grupos conversando e brincando, com um espirito e uma alegria contagiante. Viva o Natal!!!
O nosso próximo propósito era visitar o madeiro em Cafede e foi para lá que nos dirigimos.
Descemos depois às Rabaças onde cruzámos o Rio Ocreza, pela ponte de madeira junto às passadouras, em direção a Alcains, para a visita ao ultimo madeiro de Natal
Este ano, a malta ficou defraudada com o madeiro da Sé, o último deste já habitual passeio de Natal, que segundo informação obtida à posteriori, apenas será colocado na terça, ou quarta feira, a fim de evitar embaraços no trânsito.
Toda a gente foi ao banhinho quente e, caloroso foi também o almoço que se seguiu na Cozinha do Caçador, onde as famílias tiveram lugar.
Uma bonita confraternização, que continuou tarde dentro, com uma daquelas tertúlias à antiga, onde a loira cervejinha, que brotava do barril dissimulado lá no canto, regava os belos camarões, morcelinha e chouricinha assada, sem elitismos, nem extremos.
Espero que no próximo ano de 2015, o Pai Natal consiga que este espírito seja ainda mais abrangente e que o bom senso, afaste as picardias e elitismos, convertendo-os ao espirito que subjuga esta quadra natalícia.
Lembrando Bruno Justiça, aqui fica uma das suas frases famosas:- "Grandes homens não vendem os seus valores. Morrem por eles."
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles
AC

Video:
 

Sem comentários: