terça-feira, 3 de julho de 2012

"Passeio Serrano"

Hoje fui passear a minha asfáltica.
Saí de casa pelas 07h30 e após um momento de reflexão, resolvi ir para os lados do Orvalho, sem um itinerário préviamente definido. Ía pedalando consoante me apetecesse!!!
Hoje, em solitário, ía dar uma vista de olhos por umas bonitas passagens serranas.
Passei pelo Salgueiro do Campo e ao passar na Lameirinha, verifiquei que o Café já estava aberto, mas, por outro lado, recordei também a "surrapa" que lá bebi, quando por ali passei com o amigo Jorge Palma. Resolvi continuar.
Subi ao Alto da Foz do Giraldo e desci para as Casas da Zebreira, parando mais á frente no pequeno Parque de Merendas do Ribeiro da Volta, onde comi uma barrita e bebi àgua daquela bonita fonte.
Atestei o bidon e continuei até ao Orvalho.
Nunca mais parei nesta povoação para abastecer, desde que uma vez, nos tentaram furtar as bikes, estacionadas á porta do café. Desde então, só de passagem.
Virei para a estradinha panorâmica em direção ao Vilarinho e enquanto pedalava, recordava um bonito passeio de Btt que por ali fizera com alguns amigos e recentemente a pé, com o Carlos Sales, pelo PR3OLR Georota do Orvalho, que aconselho vivamente a quem gosta de um bom pedrestre. Um pouco durinho, mas de beleza inquestionável. Uma pequena "floresta tropical" no meio de nenhures.
Pedalando, lá fui "galgando" kms, passando ainda por Vilar Barroco e Póvoa da Ribeira, até chegar ao cruzamento das Sarnadas de S. Simão e Estreito.
Como ainda era cedo, resolvi subir até ao Miradouro e continuei até ao cruzamento para a Ribeira da Azenha, uma pequena aldeia do Concelho de Oleiros.
Iniciei então uma longa e merecida descida, pois já há muitos kms que vinha em subida,  passando a aldeia e um pouco mais à frente pelos Poeiros, outra pequena aldeia, "guardada" pela imponente Serra do Muradal.
Parei na Azenha de Cima para beber algo fresco e tomar a matinal dose de cafeína, enquanto dava dois dedos de conversa com a simpática proprietária do estabelecimento.
Já um pouco mais "carbohidratado" continuei o meu passeio de hoje em direção a Sarzedas, continuando por Cabeço do Infante e Vilares de Cima, para enfrentar a última dificuldade do dia na ascensão à Taberna Seca, quando o calor já  começava a fazer sentir a sua força.
Cheguei a Castelo Branco pelas 12h00, com 105 kms pedalados por belos locais "vestidos" de bonitas paisagens.
Depois do banhinho retemperador, seguiu-se um aprazível almoço e umas horinhas de sofá a ver o "Tour de France".

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC 

1 comentário:

Luis Antunes disse...

Gostei
Mesmo sem pedalar e estar a umas boas centenas de Kilómetros do local, senti me a pedalar a vosso lado
çpor estradas qoe eu adoro
um abraço