Avançar para o conteúdo principal

"O Último do ano"

Diz-se que a crise está por aí instalada.
Mas uma coisa vos digo, essa "dita", não vai conseguir instalar-se nos bons momentos de alegria, boa disposição e companheirismo, que reina em volta destes passeios informais que o meu amigo Pinto Infante faz questão de nos oferecer duas ou três vezes ao ano.
Admiro a carolice, o espírito e a vontade simples e desinteressada como estes passeios acontecem.
São centenas os que por ai andam de bike, numa ou noutra vertente, mas muito poucos os que dão parte do seu tempo, criando momentos como este . . . o último do ano . . . para partilhar com os amigos, ou simplesmente quem se queira juntar a esta rapaziada, na sua grande maioria, amantes incondicionais da pedalada lúdica, sem esperar algo em troca, fins comerciais, simples lucro ou protagonismo doentio.
Admiro essa qualidade e vou continuar a participar, até que as pernas me doam, ou simplesmente, quando te aborreceres de criares estes momentos de prazer e companheirismo, em volta da bicicleta.
Cerca de 60 companheiros compareceram junto das piscinas para pedalarem os 47 kms que compunham este bonito percurso.
Foi bonito de ver a malta pedalando e conversando, rindo com as peripécias de um ou outro companheiro mais divertido e a tertúlia em volta da mesa, no abastecimento, enriquecida com o que de melhor há na região. Soberbo enchido, queijo de especialidade garantida e febras e entremeada grelhada, temperadas com a bela pinga . . . tinta e branca . . . que ajudou um pouco a soltar as linguas um pouco mais emperreadas.
Por ali pedalámos, pelos quintais da Lardosa, se assim se pode chamar, com passagem por Alcains e Póvoa de Rio de Moinhos, com a espreitadela obrigatória a um dos ex-libris da região . . . a bonita barragem de Santa Águeda.
Chegada animada . . . e se foi . . . naquela sessão de banhos quente e frio, já tradicional neste passeio.
Seguiu-se o almoço, divinal como sempre, com o bacalhauzinho da praxe, que este ano, apesar da mudança de instalações e de restaurante, em nada ficou a dever às concentrações anteriores.

Em minha opinião, para melhor, pelo espaço conseguido e pelo local, onde estivemos mais à vontade.
Grande almoço, grande tertúlia, grande lote de amigos e, sobretudo . . . Grande Pinto Infante.
Para o ano lá estarei, conta comigo!!!
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Comentários

Pinto Infante disse…
Pois é Cabaço...mais um passou,mais um se aproxima...
A amizade e vontade de juntar este ou outro magote de companheiros do pedal para fazer desta manhã um convivio, é sempre o principal objetivo, e isto só se consegue graças a vocês.
A receita até hoje tem sido simples; Vocês aparecem e eu ponho o resto.
Um post bem à tua maneira, e já agora, deixa que te deseje a ti e tua familia um feliz ano 2013.
Aquele de sempre
Pinto Infante

Mensagens populares deste blogue

Alvaiade, Perdigão e Vila Velha de Rodão"

Hoje, com um pelotão mais numeroso, fomos tomar o cafézinho matinal à Bolaria Rodense, em Vila Velha de Rodão. Abandonamos a cidade pouco depois das 08h30 e rumamos ao Perdigão, com passagem por Sarnadas de Rodão e Alvaiade. Seguimos depois pela estradinha panorâmica que liga o Perdigão a Vila Velha de Rodão, usufruindo da bonitas paisagens sobre a Serra das Talhadas e Vilas Ruivas. Depois da pequena tertúlia na Bolaria Rodense e já com os níveis repostos, rumamos à cidade, com passagem pelo Coxerro e Sarnadas. Aqui voltamos a encontrar o Joaquim Cabarrão e o Salvado, que deram uma volta mais pequena e juntos seguimos até à entrada da cidade, onde nos voltamos a separar, pois o restante grupo foi pela variante à Carapalha. Numa manhã já bem primaveril, alinharam para esta bonita volta, além de mim, o Jorge Palma, Tó Pinto, Fernando "Caraíbas", Sr. Silva, António Leandro e o João Salavessa.  Foram 75 kms, repletos de divertidas pedaladas, na companhia deste animado grupo de …

"Hoje fomos à romaria"

A manhã acordou hoje límpida e solarenga, num bom incentivo para um bom par de pedaladas asfálticas. Quando saí da garagem já o Álvaro e o Leandro me esperavam. Juntos fomos até à Rotunda das Violetas, ao encontro do Luís Lourenço e do Nuno Eusébio. Pouco depois chegou o Jorge Palma. Para não perder a prática tive ainda que mudar a câmara de ar da minha roda traseira que vinha com um pequeno furo, originado por uma limalha. Já com a "ézinha" pronta a rodar, fizemo-nos à estrada, abandonando a cidade pela Milhã, rumo ao Juncal do Campo pela estradinha panorâmica da Quinta de Valverde. Cruzamos a aldeia e entroncamos na N.12, onde fletimos à direita, rumo ao Padrão, uma pequena aldeia que este fim de semana se encontra engalanada para a festa da Nossa Senhora da Saúde. Entramos na aldeia e fomos tomar o cafezinho matinal no bar junto ao adro da igreja, gentilmente servido por um senhor, creio que festeiro, que fez questão de oferecer os cafezinhos e que agradecemos. Descemos …

"Rota do Bucho/2016"

Pelo segundo ano consecutivo, resolvi editar a Rota do Bucho, com um passeio pelos trilhos de Malpica do Tejo, uma bonita aldeia onde tenho raízes, que termina à mesa com um belo bucho de ossos à boa moda malpiqueira. Convidei um "magote" de amigos, dos quais dezasseis disseram presente. O ponto de reunião, foi desta vez na Pastelaria Cantinho dos Sabores, na Rotunda da Racha, onde tomamos o cafézinho matinal. Pelas 08h20 partimos em pelotão auto rumo a Malpica do Tejo, onde o Rui e a Sandra Tapadas já nos aguardavam. A previsão era de vento forte e alguns aguaceiros e desta vez o S. Pedro não nos "despontou", mandou mesmo umas belas rajadas de vento e umas belas bátegas de água, que nos atingiram por três vezes, um pouco no início desta pequena aventura, sensivelmente a meio, quando estávamos à vista de um local de abrigo, a aldeia de Lentiscais e no final, em jeito de banho. Pelas 09h00, como planeado, abandonávamos a aldeia rumo ao Monte do Couto do Alberto, en…