sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

"Casal da Serra"

Depois da voltinha descontraida de ontem com o Jorge Palma, combinámos para hoje um "arfanço" ao Casal da Serra, conhecida da malta ciclista pelos seus 3 kms de pendente positiva.
Juntámo-nos pelas 09h na Rotunda da Racha, como tem sido hábito e para fugir à perigosa N.18, fomos de novo pelos Escalos de baixo e escalos de Cima, em direção à Lardosa.

Desta vez não fizémos a visita da praxe ao "Tá-se Bem" e seguimos para o Louriçal do Campo, rampa de lançamento para a mitica subida ao Casal.
Nova passagem pela Albufeira da Barragem de Santa Águeda, pela outra margem. Sempre linda!!!
Cruzámos o Louriçal e demos inicicio à subida que fizémos nas calmas, sem stress. O nosso premio estava à entrada da aldeia, naquele bonito fontanário e na sua fesca e deliciosa àgua a jorrar da serra.
Descansámos um pouco, comemos umas bolachinhas e continuámos em direção a S. Vicente da Beira.
Na descida à aldeia, é impossível ficar indiferente à bonita paisagem, onde a Albufeira da Barragem do Pisco, assume um papel fundamental naquela bela panorâmica.
Parámos no Café junto aos Bombeiros e ali comemos algo mais sólido e bebemos o cafézinho da praxe.
Entretanto chegou o Vasco Sequeira que ía ao encontro do José Luís que vinha do Fundão.
Acabámos por nos juntar os 4 e regressámos à cidade, com passagem ainda por Tinalhas, Freixial, Juncal e alto do Salgueiro.
Eram 12h50 quando entrámos na cidade, com 75 kms pedalados de forma relaxada, apreciando a paisagem e desfrutando deste belo desporto.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

1 comentário:

Silvério disse...

Mais um lindo episódio das "duas máquinas" sempre em movimento!
Abraço
Silvério