domingo, 27 de setembro de 2015

"Ciclocross pelo Freixial do Campo e Caféde"

Hoje depois de ter tomado a primeira refeição do dia ainda estava um pouco indeciso se haveria de ir passear a "ézinha" pelas estradas cá do nosso condado, se passear a "canic" pelos cabeços e vales cá do nosso cantinho.
Ganhou a "canic". Já "cavalgando a dita", resolvi ir ter com a rapaziada das "Tílias", mas maneirinha a escolher trilhos e eu queria exercitar as pernas e não o "lombo".
Ali encontrei o Orlando e o Pedro Pereira e foi com eles que fui hoje passear a "canic" pelos trilhos do Freixial do Campo, onde chegamos depois da passagem pelas Quintas de Valverde e Vales da Garzinda e Mindinho.
No Freixial, ainda tentamos ir acordar o Tó Bispo, mas apesar da algazarra e de tocarmos duas vezes à campainha, não fomos capaz de o acordar . . .estava ferrado ao colchão!
Seguimos para Caféde pela Nave Redonda, descemos as Três Toneladas cruzamos o Vale Coelheiro, antes de chegarmos a Café da Ti Matilde, já em Caféde, onde tomamos o cafézinho matinal.
Já temperadinhos descemos à Rabaça onde cruzamos o Rio Ocreza e fomos até Alcains entrando na estrada de Santa Apolónia já em direção à cidade, onde chegamos pelas 11h00, com 51 kms pedalados numa bonita manhã solarenga.
A abaladiça foi na esplanada da Racha e depois dum par de mini jolas e dois dedos de conversa, regressamos a casa.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: