domingo, 6 de setembro de 2015

"Senhora do Almortão"

Este, foi um fim de semana mais gastronómico do que pedalante.
Ontem foi dia da bela da "Paella", bem à portuguesa, na companhia de amigos e hoje, era dia de almoço em família.
Ontem baldei-me ao "arfanço" mas hoje tive que ir queimar algumas calorias até às 11h00.
Saí já pouco depois das 07h00 e rumei a Monforte da Beira, com  passagem pelo Ponsul.
Cruzei a aldeia pelas 08h00 e nem vivalma. Não consegui ver uma única pessoa.
Fui até ao Ladoeiro e continuei pela estradinha do regadio até entroncar na N.353, onde fleti à esquerda em direção à Senhora da Graça..
Antes do cruzamento, virei à esquerda e fui até ao Santuário da Senhora do Almortão dando calmamente por ali um giro apreciando aquele bonito local, que me trás algumas boas recordações do meu tempo de juventude.
Saí do local pela estradinha que segue para a Barragem Marechal Carmona e entronquei na N.354 que segui até à Senhora da Graça, onde parei no café local para o cafézinho matinal, que calmamente bebi na esplanada em plena quietude, pois por ali não havia mais ninguém além da proprietária do café.
Subi depois até Idanha a Nova e segui para Olêdo, descendo depois a S. Gens.
Voltei a subir, desta vez em modo mais suave até aos Escalos de Cima, onde me cruzei com o Jorge Palma, que seguia acompanhado de outro companheiro que não conheci.
Só me apercebi que era o Jorge quando cruzei mesmo com ele e não parei, porque já vinha um pouco a queimar para estar a casa a horas de dar o salto até à aldeia, onde tinha um almoço de família.
Ainda assim passei pelos Escalos de Baixo e pelas 11h00 estava em casa, com 100 kms pedalados numa bonita manhã, bem fresquinha e aprazível para a prática desta salutar modalidade.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: