domingo, 6 de dezembro de 2015

"Ciclocross pelo Vale do Gamão."

Ontem fui para o asfalto e hoje para o mato.
Na sempre agradável companhia do Jorge Palma, fomos hoje passear as "híbridas" em busca de aventura e alguma emoção, pois ir para o mato com as "meninas" do ciclocross, é sempre divertimento garantido e corpinho bem abanado.
O ponto de encontro foi hoje a pastelaria "A Ministra" no Bairro da Carapalha" pelas 08h30.
Ali tomei o primeiro cafézinho da manhã e já na companhia do Jorge, fomos bater uns trilhos ali para a Serra das Olelas.
Descemos depois ao Retaxo e seguimos para o Vale do Gamão, por onde andamos ziguezagueando, pelos trilhos mais diversificados, onde não faltaram os bons estradões, os carreirinhos, alguma lama e a pedrinha para abanar bem o cortiço.
Fomos depois até ao Açude das Sarnadas, conhecido como a pista de pesca e ali estivemos algum tempo entretidos a comer umas bolachinhas contemplando aquele bonito recanto e um indivíduo que treinava tiro ao alvo com arco e flecha.
Sem stress nem contrariedades, tínhamos a manhã por nossa conta . . . linda, esplendorosa e bem soalheira.
Saímos daquelo bonito local e tomamos o azimute às traseiras das bombas das sarnadas, cruzando a estrada mais à frente, seguindo para os Amarelos.
Como era domingo e a padaria local estava fechado, fomos até ao Ramalhete, na Represa, onde efetuamos nova paragem para o cafézinho.
Rumamos depois à cidade ladeando a A23 e o IP2 e nas Benquerenças desviamo-nos para passar no Baixo da Maria e Talagueira.
Entramos na cidade pelo lago da piscina praia e nas Violetas fizemos a última paragem para a "abaladiça", onde nos mandamos ao franguinho assado e umas imperiais para manter o corpinho desenrugado, aproveitando para por a conversa em dia.
Ali me despedi do Jorge, após 48 kms de boas pedaladas campestres, numa fantástica manhã, radiante de sol e de amena temperatura.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: