quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

" A última do ano."

Já é tradição. A última voltinha de bicicleta do ano que finda terminou hoje pelas 11h45.
Numa manhã bem cinzenta, com a estrada molhada e escorregadia, nalguns locais por onde hoje passei, um sol arreganhado e encoberto, mas isenta de chuva e daquele friozinho dos últimos dias, fiz-me à estrada, eram 08h30.
Tomei o rumo ao Salgueiro do Campo, onde parei no Café "Portas da Serra" para a matinal dose de cafeína.
Continuei até à Junceira, onde fleti à esquerda para a Azenha de Cima, com passagem pelo Vale de Ferradas, Grade e Vale de Maria Dona.
Depois de passar a ponte sobre a Ribeira da Magueija, virei à esquerda e pela estradinha panorâmica que cruza as pequenas aldeias de Monte Goula e Gatas, segui a Ribeira quase até ao cruzamento da M.548, virando de novo à esquerda para apanhar o cruzamento para o Vale da Lancinha.
Passei nas imediações da aldeia e sempre em sentido descendente, cheguei a já pouco povoada aldeia de Salgueiral, onde parei para visitar o amigo Zé, que prontamente me convidou para irmos "matar o bicho" à sua peculiar adega.

E assim foi. Fomos até à adega e bebemos uma "giribita", pois uma dose avantajada tornaria certamente a direção da minha "ézinha" muito levezinha.
Por ali estivemos um bom bocado na conversa, recordando alguns momentos de outrora e alguns amigos que já não vejo há muito tempo e residentes nas aldeias circundantes, até que chegou a hora de regressar a casa.
Depois das despedidas, fiz de novo à estrada e depois de ladear o Salgueirinho, subi a alto do Galvão, entroncando na N.233, um pouco mais à frente.
Subi às Sarzedas e parei no chafariz para comer umas bolachinhas que trazia no bolso do jersey, continuando depois até á cidade com passagem pelo Cabeço do Infante, Vilares e Taberna Seca.
Eram 11h45 quando entrei na cidade, satisfeito por ter terminado o ano fazendo aquilo de que gosto . . . dar uma boa voltinha de bicicleta, que culminou desta vez com 69 agradáveis kms, por algumas das bonitas e panorâmicas estradinhas cá do nosso condado.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
Um Bom Ano de 2016 repleto de desejos realizados.
AC

Sem comentários: