sexta-feira, 5 de outubro de 2012

"Fundão por Penamacor"

Hoje juntei-me ao Álvaro, Leandro, Jorge Palma, Paulo Jalles, Nuno Maia e António.
Deconhecia por completo a volta hoje delineada pelo Nuno Maia que queria uma voltinha mais incorpada, em jeito de treino para os Trilhos da Raia.
Pois bem . . . quando tive conhecimento do pecurso e calculei a quilometragem, cerca de 140 kms, pensei!! Tá bonito tá!
Em vésperas de uma arrancada de cerca de 200 kms de btt até Fátima, era mesmo o que precisava.
Mas tudo bem . . . quem corre por gosto não cansa!
Rapazaiada sempre aguerrida e, finalmente o cansaço prematuro de alguns, acabou por ser o meu descanso, já na segunda metade.
Saímos já depois das 8h em direção a Penamacor, com passagem por Escalos de Baixo, Escalos de Cima, S. Gens e S. Miguel d'Acha, onde pretendíamos tomar café. Como a padaria estava fechada continuámos e acabámos por parar no café das bombas, nas proximidades do cruzamento para as Águas.
Em Penamacor o Leandro voltou para trás, pois tinha compromissos.
Os restantes, seguimos em direção à Capinha, virando para Valverde, na Ponte da Meimoa.
Em Valverde houve uma pequena paragem para atestar bidons e, com passagem pelo Carvalhal, lá chegámos ao Fundão, onde assentámos arraial na Pastelaria Arte e Tradição, para "degustarmos" um bolinho e uma bebida fresca.
Derivado à hora e como algum pessoal ainda queria ir pelo Souto da Casa e subir ao Alto da Paradanta e S. Vicente da Beira, eu o Álvaro e o António, "arrepiámos" caminho, seguindo diretos a Castelo Branco, via Alpedrinha.
Chegámos à cidade pelas 13h, com 128 kms pedalados numa bela manhã para a prática da modalidade, num bom ambiente de divertimento e camaradagem.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: