quarta-feira, 3 de outubro de 2012

"Rota do Panike"

Hoje, juntei-me ao Luís Lourenço para uma voltinha de Btt, sem stress e com um intuito mais explorativo.
Fui ter com o Luís à Padaria do Montalvão pelas 08h e ali tomámos a matinal dose de cafeína.
Saímos da cidade pela Piscina Praia e rumámos ao Monte dos Pezois e, razando as Benquerenças, passámos pela Represa e chegámos aos Amarelos, onde parámos, para a habitual "degustação" do panike".
Já há algum tempo que por ali não degustava um dos famosos panikes da padaria local. E hoje soube-me mesmo bem.
Tomámos a direção da Carapetosa, onde durante alguns kms "pisámos" terra queimada, fruto do último incêndio que assolou a zona. Que pena!!! Aquele local era bastante aprazível. Mas irá recuperar concerteza.
Ladeámos o Vale do Morgado e à entrada da Atalaia, entrámos em asfalto por algumas centenas de metros até ao entroncamento com a N.18, onde descemos para a Foz do Vale, uma bonita e verdejante zona, banhada pela Ribeira do Barranco do Muro, hoje com pouca visibilidade, derivado à neblina que se manteve até ao meio da manhã.
Subimos ao Monte dos Ratinhos e VG do Mulato, onde iniciámos a descida ao Vale dos Tamujais.
Passámos nas imediações do Vale de Pousadas e seguimos pela Vidigueira até à Vinha do Torão onde  virámos para Alfrívida, com paragem no Restaurante "O Rato".
Na abordagem à aldeia já cheirava a peixinho do rio frito, ficando a ideia de por ali bebermos uma "bjeca" e umas postinhas fritas do "dito", mas, não era naquele restaurante, pelo que ficámos pela intenção.
Dali, seguimos para o Monte da Macarra, onde virámos à esquerda em direção ao Chão da Amoreira e Alto da Várzea das Canas.

Contornámos o Cabeção e subimos aos Cebolais de Cima, onde entrámos no asfalto, que seguimos até à cidade, para atalhar tempo, pois o Luís tinha afazeres para a tarde.
Foi uma bonita e interessante voltinha de Btt, relembrando alguns trilhos onde já hà bastante tempo não passava e aprendendo outros recantos sob a batuta do Luís Lourenço, também ele, sempre em busca de algo novo para fugir à rotina.
73 kms ocuparam-nos durante toda a manhã, terminando no "Fernando" com uma pequena dose de hidratação à "pression", acompanhada com umas rodelas de "courgette" fritinhas, para manter o "castrol" e não alterar muito a silhueta.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: