sábado, 26 de outubro de 2013

"Pedalar com prazer"

Já há uns bons dias que não dava uma voltinha com a minha "é". Ora porque andava a desfrutar uns trilhos de btt com os amigos, ou porque, sobretudo esta semana, a climatologia não o permitiu.
A promessa de um fim de semana mais ameno e soleado, levou a maioria da malta a sair da "toca" e eu fui um deles.
Juntei-me ao Jorge Palma, Vasco Soares e Álvaro Lourenço na Rotunda da Racha, pelas 08h, e fomos dar umas pedaladas calmas e descontraídas, privilegiando alguns cantinhos rurais cá do concelho.
Saímos da cidade ainda meio adormecida e envolta num cinzento manto de nevoeiro, criando uma imagem quase surreal.
Tomámos o rumo à Taberna Seca e descemos ao Rio Ocreza, cujo caudal mostra bem a pluviosidade dos últimos dias.
Subimos aos Vilares de Cima e virámos à direita para a aldeia do Pereiro, que cruzámos pelas suas estreitas ruelas, seguindo pelo velho estradão, agora alcatroado, até às proximidades da Serrasqueira.
Descemos à ribeira e apreciámos o velho lagar a sul e a azenha a norte, onde o volume das águas da Ribeira da Serrasqueira, que um pouco mais acima recebe a água das Ribeiras de Fozes, Vale da Raiz e da Castelhana, formavam uma bonita e volumosa cascata, no açude do moinho.
Contornámos os extensos olivais e subimos à Malhada do Servo e depois de pedalarmos na sua única e comprida rua, virámos à esquerda, descendo à ponte sobre a Ribeira da Magueija, onde parámos para apreciar aquele bonito recanto formado pelo açude da Azenha do Manuel Agostinho.
Subimos à aldeia da Grade e pelo bonito vale passámos Vale Ferradas, virando à esquerda para o Maxial do Campo e Valbom.
Mais à frente e já na N.112, parámos na Lameirinha para para o cafezinho matinal.
Por ali estivemos entretidos um bom bocado em conversa animada, onde o tema, como não poderia deixar de ser, foi sobre bicicletas e o recente Festibike em Santarém.
Descemos à ponte do Chão da Vã e um pouco mais à frente virámos à esquerda para o Barbaído, aldeia conhecida como o centro do mundo.
Continuámos até ao Freixial do Campo e optámos por subir a Tinalhas rumando a Alcains, com passagem pela Póvoa de Rio de Moinhos.
Desta vez não fomos pela variante á vila e cruzámo-la calmamente continuando para os Escalos de Cima, a última povoação antes de entrarmos na cidade.
Apesar do nevoeiro que se fez sentir na primeira hora de pedaladas, a manhã abriu-se para um excelente passeio com as nossas fininhas por algumas das bonitas aldeias cá do nosso cantinho.
No total, foram 84 kms na agradável companhia dos amigos Jorge, Vasco e Álvaro.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: