sábado, 5 de julho de 2014

"Fundão via Casal da Serra"

Numa manhã já um pouco mais acalorada e já a parecer-se com o verão, compareceram na Rotunda da Racha, além de mim, o Vasco Soares, o Nuno Maia e o Álvaro Lourenço, para a nossa voltinha asfáltica de sábado, o primeiro dia de descanso, para a maioria e também o primeiro de diversão.
Abandonámos a cidade em direção aos Escalos de Cima, cruzando-nos com o TGV da Beira Baixa, já nas proximidades da "estação" dos Escalos de Baixo.
Tomámos seguidamente o rumo à Lardosa, que cruzámos e seguimos para o Louriçal do Campo, via Marateca, com a sua sempre bonita panorâmica.
Depois de cruzar as trepidantes ruelas da aldeia, subimos ao Casal da Serra, a mais apreciada subida dos corredores que não correm em lado nenhum, cá do burgo.
Parámos na fonte para nos refrescarmos, atestar bidons e descansar um pouco, enquanto trocávamos algumas palavras, descendo depois ao Louriçal do Campo, uma descida, que eu particularmente, gosto de fazer, pela sua espetacular envolvente paisagística, onde sobressai, como pano de fundo, a Barragem do Pisco, antiga fornecedora de água à cidade de Castelo Branco.
A paragem na Pastelaria Amoroso, já é da praxe e o pastelito de nata, também já faz parte do pack que acompanha a malguinha do café matinal.
Abandonámos S. Vicente pelo Casal da Fraga e cruzámos a serra, descendo ao Vale mendinho, com passagem pelo Vale D'Urso.
Já na N238, seguimos para o Fundão, passando pelo Souto da Casa.
Um sítio de paragem obrigatória, é também a pastelaria Arte & Tradição, onde desta vez nos dedicámos à degustação do pastelinho de queijo e cereja, cuja aprovação, foi quase geral.
Exceção feita ao Vasco, que privilegia a quantidade, em detrimento da qualidade.
Voltámos a cruzar a serra, agora para Alpedrinha e no cruzamento norte da Soalheira, juntaram-se ao grupo, dois outros companheiros, que mais tarde vim a saber tratar-se do Hernâni Broco, uma figura bem conhecida do ciclismo nacional e o Elísio Roque, que nos rebocaram até à cidade, com um ritmo ao nosso alcance. Gente de outro nível, pois tínhamos a noção que poderiam ir embora quando quisessem e sem espinhas. Optaram por nos fazer companhia!
Alguns que conheço, "esgravatavam-se todos" para tentar marcar a diferença!
Mais uma bela manhã de pedaladas, na companhia de amigos, que culminou com 111 kms de pedalada asfáltica.
Amanhã é dia de ir para o campo.
Quem nos quiser acompanhar, o ponto de encontro é nas Docas pelas 08h00.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: