terça-feira, 1 de março de 2011

"Azenha de Cima"

Depois do diazito de descanso de ontem, hoje, fui dar uma voltinha com a "anorética", na companhia do Silvério e do Pedro Barroca.
Passámos pelo Modelo e esperámos até às 09h10. Nem vivalma!!! Onde é que andará esta rapaziada??
Resolvemos ir tomar o cafézinho matinal à Azenha de Cima.
Com passagem pela Taberna Seca, (nunca lá passei sede!!!) Vilares de Cima, Cabeço do Infante e Sarzedas, lá chegamos à tasquinha-mini mercado da Azenha.

Tomámos a matinal dose de cafeína e hoje, tive duas surpresas.
1ª. - O Pedro Barroca já começou a "abocanhar" "abatanados" e diz que gosta à brava.
2ª. - Após animada conversa com pessoal no café, vim a saber que afinal, o Silvério é "charneco"!!! E esta . . . heim!!!
Lá continuámos a nossa voltinha de hoje, sempre com o vento a dificultar a progressão, mas como somos bastante teimosos, lá fomos andando, cumprindo o itinerário delineado.
Agora com um andamento um pouco mais vivo, continuámos a nossa voltinha, com passagem por Vale Maria Dona, Grade, Pousafoles, Vale Ferradas, Vale Bonito, e Padrão, onde entroncámos na antiga estrada das beiras.

À passagem pela ponte do Rio Tripeiro, virámos à esquerda para o Barbaído, aldeia conhecida como "o centro do mundo".
Continuámos pelo Freixial do Campo e parámos de novo, agora em Tinalhas, para um pequeno abastecimento.
Já mais refeitos e com o Pedro a necessitar de estar um pouco mais cedo na cidade, descemos à Póvoa de Rio de Moinhos e virámos para a estrada rural que atalha para Caféde, seguindo depois em direcção à cidade, onde chegámos com 75 kms pedalados, numa bonita manhã solarenga, mas um pouco fria e ventosa.
<>
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

Sem comentários: