quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

"Uma volta com o "Tanganho" (29er)"

Aproveitando a oportunidade de ter durante esta semana á minha disposição, uma Seven Sola 29er, há que aproveitar a oportunidade e devorar uns trilhos com a "dita".
Assim, e a convite do Silvério, fui hoje dar uma voltinha de Btt, em horário inusual, para mim, mas ainda assim, repleto de aventura, divertimento e adrenalina.
O Luís Lourenço tinha combinado esta volta com o Silvério e este, estendeu-me o convite.
Juntámo-nos pelas 08h na Pastelaria "A Ministra" e ali tomámos o cafézinho matinal e pusemos a conversa em dia durante quase 1 hora.
Saímos depois a fazer um pouco de tempo, para nos juntar-mos ao Luís lá pelas 11h.
Fomos até à Sra de Mércules e já cerca das 11h30 juntámo-nos nas imediações da residência do Luís e fomos então para os trilhos.
Andámos lá pelas profundezas, com subidas e descidas, algumas bem manhosas, bem ao jeito do Luís, mas que eu, também não me importo nada.
Ziguezagueámos pela zona do Valongo e malhão do Fagundo e subimos aos Maxiais, já com o azimute virado ao Ramalhete, na Represa, onde parámos para comermos uma bela sopinha de espinafres, secundada por um belo prego e acompanhados por um belo tintinho, assim à laia de lubrificação.
Já aconchegadinhos, mantivemos o ritmo e o estilo e, lá fomos nós "a toque de caixa", "malhar" mais uns trilhos, ou a descer, ou a subir, sob a batuta do Luís, até á zona da Atalaia, regressando por Sarnadas.
O "Sacana" do "Tanganho" vem montado com um pedaleiro duplo, 27/39 e fez-me dar o litro naquelas "rampinhas". Mas tudo bem!!! Serviu para desentupir os poros e suar de inverno à moda de verão.
Mas gostei, tanto da adrenalina, como dos cantinhos que o Luis hoje partilhou connosco.
E, sobretudo, fiquei com a impressão de que era capaz de me habituar ao prato duplo, mas com outras desmultiplicações.
Acabei por fazer 65 kms numa manhã e meia tarde, divertidos e bem repletos de adrenalina.
Hoje, nem houve tempo para mudar as pilhas do gps e quase não deu para a foto.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

1 comentário:

Silvério disse...

LINDO!!!
Depois de mais de mil Kms lá consegui "apanhar" o trilho do Don António, "o mestre"! Muito Bom!
A partir de agora só admito "fugas" na ordem das dezenas, quando muito na casa da centena, máximo.
"El comandante" de hoje, o Luis, brindou-nos com uns trilhos novos, pelo menos para mim, que no conjunto total proporcionaram uma voltinha de GRANDE nível!
Agora é repetir, repetir, repetir, ..., e mais nada!
Até à próxima.
Obrigado e um grande abraço
Silvério