domingo, 28 de julho de 2013

"Alvito da Beira"

Alvito da Beira
Nesta vila, presumivelmente de origem mourisca, o xisto e as oliveiras são uma constante na paisagem. Pensa-se que tenham sido os árabes a introduzir na região os primeiros olivais, que passaram a dominar a paisagem da região e deram origem a inúmeros lagares de azeite. Os moinhos de água em xisto na Ribeira do Alvito e o Poço das Andorinhas são os principais pontos de interesse na vila.
-
Depois de uns dias de banha-pés na bonita Praia Formosa, regressei com vontade de dar umas pedaladas.
Pelas 08h juntei-me ao Jorge Palma, António Leandro, José Luís e Luís Lourenço, na Rotunda da Racha e fomos fazer uma visita à bonita Vila de Alvito da Beira.
Saímos em direção ao Salgueiro do Campo e passada a Reta da Esteveira e á vista da aldeia do Padrão, virámos à esquerda para a Azenha de Cima, com passagem pelo Vale Ferradas, Grade, e Vale Maria Dona.
Na Azenha tomámos o cafezinho da praxe e seguimos para o Alvito da Beira, cruzando as aldeias de Pomar, Sesmo Sesminho e Mó, onde a singularidade das paisagens naquela região me encanta.
Parámos no Bar da Praia Fluvial, um bonito espaço lúdico criado em 2007, onde bebemos umas bebidas frescas e conversámos um pouco, pois a pressa não é benvinda a estes pequenos momentos de convívio.
Subimos depois ao cruzamento para a Catraia Cimeira, onde passámos, continuando por Monte Gordo, Vale d'Água e Sarzedas, parando lá mais á frente, no Cabeço do Infante para mais uma bebida fresca e dois dedos de conversa.
A manhã apresentava-se um pouco fresca e a ameaçar alguma precipitação, mas nada de preocupante. Tínhamos tempo, motivação, momentos divertidos e um pequeno grupo de amigos, logo, o stress estava arredado desta nossa manhã desportiva.
Faltava-nos ultrapassar a última dificuldade pedalante do dia, a subida à Taberna Seca, onde poderíamos  após chegar ao alto, a começar a ter uma visão cada vez mais panorâmica da cidade.
Concluí assim mais uma das minhas manhãs lúdicas, pedalando com amigos e praticando este desporto que adoro.
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC


Sem comentários: