quarta-feira, 27 de abril de 2011

"Vale Pousadas e Alfrívida"

Hoje, fui dar umas pedaladas de Btt com os amigos Silvério e Nuno Dias.


Juntámo-nos na Pastelaria "A Ministra" na Carapalha, onde tomámos a dose matinal de cafeína.



Saímos depois em direcção a Valongo, onde entrámos nos trilhos, própriamente dito.


Passámos pela Caseta dos Maxiais, e deambulámos pelo Monte do Rei, Vale da Dona e Vale das Quedas até entrarmos nas faldas da Serra das Olelas, que subímos pelo trilho mais leviano.


Descemos depois para o Retaxo e andámos ziguezagueando pelo Vale do Gamão, com passagem na Barragem das Sarnadas, até ao VG do Mulato, onde nos divertimos numa sequência de descidas e curtas subidas até ao Monte dos Ratinhos.



Virámos o azimute ao Vale de Pousadas, onde chegámos depois de ladear durante algum tempo a Ribeira dos Tamujais, que cruzámos à entrada da aldeia.


Alí bebemos uma bjeca, no Café Oliveira e comemos um bolinhos,(esquecidos)bastante saborosos, confecionados pela mãe do Silvério. (O Silvério, um abatanado, que não vi a côr . . . talvez fosse VERDE, não sei!!!)


Abandonámos a aldeia pela zona da Vidigueira em direcção a Alfrívida, com passagem pela Vinha do Torão.


Pedalámos umas centenas de metros em asfalto, até ao cruzamento para a Sra dos Remédios e na Macarra, virámos à esquerda para o Monte dos Macarros.


A partir daqui foi sempre a ganhar altitude, com um alívio para a passagem da Ribeira do Barco.


Sempre em pedalada alegre e descontraída, tomámos a direção da Ribeira do Muro, que passámos no seu estreito pontão, que nos deu o acesso para o Cabeço do Pico.


Esta parte final, foi sempre em sentido ascendente e, após a passagem pela Escudeira, chegámos de novo ao Valongo, entrando na cidade pelas 12h00, com 59 kms pedalados por bonitos trilhos e abrangentes paisagens, apesar de alguns serem um pouco exigentes.


Acabámos de novo na Pastelaria da Ministra, para a habitual sossega, com um par de bjecas. Excepção feita ao Silvério, que bebeu uma água das pedras ( com rótulo VERDE!!!)


Fiquem bem.

Vêmo-nos nos trilhos

. . . ou fora deles.

AC

Sem comentários: