domingo, 25 de janeiro de 2015

"Encostas de Valverde"

Ontem foi dia de nova passeata campestre, na companhia do grande amigo Pedro Ferrão.
Logo cedo, com o ponteiro a querer chegar às 07h00, peguei na minha "Santa", instalei-a comodamente na minha "fragonete" e puz-me a caminho das Aranhas, uma típica aldeia portuguesa, que neste fim de semana se encontra em festa, com destaque para o fumeiro, provas gastronômicas, cantares de janeiras, tasquinhas e muita animação popular.
Quando cheguei à aldeia, já o Pedro por ali andava em modo de aquecimento e de calçãozinho de licra . . . e eu com um frio do catano!!!
Carregamos a bike e fomos até Valverde del Fresno para dar umas pedaladas descontraidas pelas verdejantes encostas de Valverde.
Saímos em direção ao Monte dos Agachados por largos estradões, sempre em amena cavaqueira e aproveitando para por a conversa em dia.
Descemos ao asfalto para transpor o Arroyo de la Lobera e voltamos a entrar nos trilhos rumo às Casas de Casimiro, onde iniciamos uma longa subida de pendentes suaves ao Monte da Virgen de Fátima.
Depois de algum sobe e desce, andamos entretidos pelo Barroco da Toiriña, pedalando pelos seus bonitos estradões numa longa curva de nível, fletindo depois à direita para subir mais um pouco até quase ao Alto del Pizarrón.
Continuámos pelo estradão da curva de nível que nos levou até uma das famosas curvas do Puerto de Perales, sempre com uma brutal paisagem sobre Valverde e o Vale de Xálima.
Depois de pisarmos o asfalto por alguns metros, saimos para a direita para uma rápida descida que nos levou diretamente a Valverde.
45 kms foram suficientes para nos divertirmos um pouco, dar umas pedaladas descontraídas e pormos a conversa em dia.
Depois de arrumarmos as bikes e restante material, fomos beber um café solo ao Restaurante da Laura e regressamos às Aranhas.
Ainda antes do almoço, demos uma volta pelas bonitas ruelas da aldeia, com as suas tasquinhas prontas a receber os visitantes com os seus produtos regionais.
Para abrir o apetite bebemos uma ginjinha numa delas e fomos almoçar a casa duns familiares do Pedro.
Ali fui brindado com um belo almoço e com muita simpatia. Um muito obrigado pela bela recepção. 
Pena foi não ter podido ficar para o que seria certamente um resto de dia bem passado e com muita animação . . . disso não tenho dúvidas!!!
Obrigado Pedro pela excelente companhia. Inté!

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC


Sem comentários: