domingo, 31 de julho de 2011

"III Passeio Btt de Olêdo"

Para terminar o mês de Julho, fui hoje participar no "III Passeio de Btt de Olêdo", aqui mesmo à porta de casa.
De facto, já não ligo muito aos eventos maratonistas, onde a adrenalina é adquirida por uns quantos euros e a escolha do evento, recai sobre o desenho do jersey, o "marketing" da atualidade na angariação de participantes.
Já não tenho pachorra para andar nos trilhos a estorvar os "cracks" do pedal, na sua abnegada luta por um lugar meritório na tabela classificativa, que porventura lhes dará algum destaque nas conversas na tasca lá da aldeia.
Prefiro desencantar por ai uns trilhos, partilhá-los com alguns amigos e divertir-me "à borliú" sem "papelinhos numerados" pendurados nas "bichas" dos cabos de travão da bike.
Quero com isto dizer, que ainda por aí se fazem uns bons passeios, onde gosto de participar. Olêdo é um deles!!!
Pelo trabalho na escolha de trilhos, com a preocupação de variar de ano para ano, a pensar nos participantes e não nos eventuais patrocínios. Pela simpatia como somos recebidos e pelo ambiente festivo do passeio.
Pela forma como são inseridos nas festas da aldeia, criando logo à partida um ambiente de festa e onde há sempre um antes e um depois do evento.
A malta vai-se juntando, quase sempre à mesa, claro está, e entre conversas banais vai degustando aquelas preciosas iguarias, que tanto nos prejudicam a busca de um perfil menos ovalizado.
Há gente que gosta e sabe bem receber. E essa gente, foram neste caso, a rapaziada da comissão de festas de Olêdo,onde este passeio estava inserido.
Logo para começar, um pequeno almoço a fazer inveja a muitos almoços apresentados noutros eventos.
Um único abastecimento sólido, em 37 kms, que até dava para esticar a manta e fazer um piquenique. Não consigo entender como há rapaziada a passar na "broa" numa zona destas, com tanta comidinha boa e não fazer uma curta paragem, que fosse!!!
No final, aqueles banhinhos nas tendas à "mohamed" foram um espetáculo. Um bom exemplo da peocupação da organização em prol dos participantes. Senão, era pegar nos "carrinhos" e ir tomar banhinho a Idanha-a-Nova!!!
Sensívelmente a meio do percurso, encostei ao Rui Pires e ao Barata e seguimos sempre juntos até final.
No final, encostámos as bikes junto a uma "tiradeira" de loiras imperiais e, palavra puxa palavra, um molhinho de palavras, puxava uma rodada, e por ali nos entretivemos até que nos avisaram que o almoço estava pronto a ser servido.
Mas havia um pequeno problema. É que até nos esquecemos de ir tomar banho!!! Lá fomos nós ao banho, antes que se acabasse a água fria!!!
Depois de um banho divertido, fomos ao almoço.
Simpatia, bom almoço, uma boa "regadela" com mais umas imperiais fresquinhas, mantiveram-nos sentados à mesa durante bastante tempo.
Fomos ao cafézinho da praxe, mais umas imperiais, que mais tarde passaram a minis, um par de melões oferecidos por um "gitano", que por ali passou a vender melões na festa, mas que não nos conseguiu convencer. Depois mais umas minis, um bom "grupeto" à conversa, onde o tema chegou a ser o horário da "carreira" cá para a urbe. Ainda mais umas minis e . . . bem, a partir daqui, acho que tive um apagão, já não me lembro de mais nada.
Lembro-me sim, da minha Maria me ir chamar ao sofá da sala para ir jantar.
"C'um catano", com esta conversa toda, até me esqueci de perguntar em que lugar fiquei na classificação deste excelente passeio.
Desculpem lá esta conversa da treta, mas o facto é que ainda estou divertido com o excelente dia de btt e convívio com que fui brindado em Olêdo.
Um abraço ao Zé Costa, Tiago, Manel, Beta e companhia, pela excelente organização, pelos bonitos trilhos e pelas maravilhosas horas de divertimento e convívio que desfrutei, aí em Olêdo.

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

Sem comentários: