sábado, 7 de janeiro de 2012

"Carapetosa"

Hoje, pelas 07h, puz o nariz fora das mantas e disse!!! C'um catano . . . está um lindo dia e eu aqui enfiado, feito "um "xocho". Toca a levantar e vamos lá dar umas pedaladas!!!
E assim foi!!!
E hoje, tinha uma 29er para testar. Uma linda "carbónica" da Coleção Gary Fisher. A Trek Superfly 100.

Preparei a máquina. Ajuste daqui, aperto dali, confirmar medida de comprimento e altura, ajuste de selim, blá, blá, blá e já está. Agora vamos para os trilhos.
O azimute foi marcado inicialmente para as Olelas, com subida ao complexo turístico pela vertente mais dura. Queria ver como me safava com uma desmultiplicação 2x10, 26x38. "Chiei" um pouco ao início, mas depois apanhei-lhe o jeito.
Desci depois para o Retaxo e andei por ali às voltas na zona dos Poços Fundos, até que a falta de cafeína se começou a fazer sentir.
Desloquei-me então ao Bar das Bombas de Combustível das Sarnadas e tomei a matinal dose de cafeína.
Saí das Bombas e fui à procura do single track que passa nas traseiras da charca da serração, pois já há bastante tempo que ali não passava.
Até ao topo da barragem tudo bem, mas depois, estava a ver que tinha que por os óculos para o encontrar, mas foi divertido aquele trajeto até à passagem inferior daA23.
Passei a Estação das Sarnadas e rumei à Carapetosa, onde também já não passava há algum tempo. Atravessei a povoação e desci à ribeira e subi ao VG do Palheirão, onde entrei no eucaliptal, para me divertir um pouco nalguns dos trilhos que seguem as curvas de nível, até que cheguei às traseiras da Estação do Retaxo.
Passei o sobe e desce junto à A23 e por um novo single, a que já andava a deitar o olho à algum tempo, tomei a direção da Azinheira, passando pouco depois pelas Benquerenças e descendo ao Vale da Cruz, cruzei a Ribeira da Canabichosa.
Voltei a subir e pedalei duranrte algum tempo no sobe e desce junto à A23, voltando de novo a descer, agora para o Ribeiro da Velha e subindo à Tapada da Abeceira, tomei a direção da Talagueira.
Cheguei a casa com 46 kms pedalados em solitário, divertindo-me bastante, sempre em busca de algo novo.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

2 comentários:

Pinto Infante disse...

que belo canhão...tem as cores da madonne 3.1. muito bonita.
mas as bikas a olhar para elas são muito esquisitas. uma questão de hábito.
abraço
Pinto Infante

Silvério disse...

Bem, agora são só "camonetas"! Já te vi com tantas que me questiono se agora tens uma empresa de "camonagem"! Só uma pequena recomendação, não há amor como o primeiro!
Parabéns pela bela voltinha!
Um abraço
Silvério