Avançar para o conteúdo principal

"Lurgo da Nogueira e Vale de Ronções"

Hoje, juntaram- se para a voltinha domingueira de Btt, 16 companheiros com vontade de dar umas pedaladas por esses campos fora, em sintonia com a bonita manhã com que hoje fomos brindados.
Pouco depois de termos dado início a esta nossa pequena aventura, o Fidaldo, preocupado com a "avózinha", disse que sem ela não ía a lado nenhum!!!
Pois é, a avózinha, talvez porque dela exigem bastante trabalho, começou a perder parafusos e o nosso amigo Fidalgo, teve que regressar à "base" para resolver o problema, pelo que ficámos privados da sua companhia.
O numeros pelotão lá partiu para os trilhos com o ponteiro a passar pelas 08h15.
Com rumo aos Escalos de Baixo, localidade onde tomaríamos a matinal dose de cafeína, passando pelo Alagão onde ficaram surpreendidos com a dimensão da obra para a construção do novo aérodromo de Castelo Branco.
Entrámos no Curral do Prego, onde tivémos acesso ao Monte Brito e logo depois à Vinha do Marco, que antecedeu a nossa paragem para a dose de cafeína nos Escalos de Baixo.
Saímos da aldeia pela Quelha do Cemitério e já no alto, ao malhão do Vale da Silveira, tomámos o estradão para a Mata, onde não entrámos, cruzando a estrada e seguindo com direção ao Lurgo da Nogueira, por uma série de trilhos, onde pessoalmente gosto de dar umas pedaladas.
Já no Lurgo e nas proximidades da Ribeira de Alpreade, o Pedro Antunes teve uma "desavença" com a sua bike, que o atirou ao chão, numa queda que poderia ter tido outras proporções. Felizmente não foi grave.
Encostámos depois à Ribeira de Alpreade, num bonito trilho, tipo "rompe piernas", como dizem os "nuestros hermanos", que nos levou a um dos locais mais bonitos daquela zona. O Vale de Ronções!!!
O grupo ia animado e composto por grupetos, como é normal quando se juntam mais de uma dúzia de companheiros a pedalar. E assim fomos ganhando kms, dando rotação aos pedais até chegarmos à zona do Barro Vermelho e, com passagem pelas Hortas dos Escalos, chegámos à Estação de Alcains, já com os olhos postos na cidade, onde chegámos com 59 kms pedalados num numeroso a animado grupo.
Uma última paragem na Rotunda da Racha, aos Buenos Aires, separou os com mais sede, dos com menos sede, para uma mini tertúlia, com as "jolas" da praxe.
O Fidalgo, já com a "avózinha" pronta para o que der e vier, acabou por ir também dar a sua voltinha, juntando-se-nos no final para a habitual "sossega".
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC
Clip de vídeo:

Comentários

Anónimo disse…
Boa Noite
Gostei muito do passeio, o pessoal é impecavél e os trilhos foram muito bonitos! Espero voltar a fazer parte deste belo grupo de betetistas!

Ps: já agora quantos Km fizemos no total?

Cumprimentos e até à próxima!
Manuel Dias
João Afonso disse…
+ 1 dia bem passado por excelentes trilhos ( o Lurgo da Nogueira ) foi a estrear para mim e gostei bastante, venham + como este.
1 abraÇo.
Anónimo disse…
Cabaço, makina de filmar aprovada, bela imagen,belos trilhos, a repetir....um abraço a todos os k tiveram nesta manha de primavera.ROXO
Silvério disse…
Já o disse mas nunca me vou cansar de repetir. É sempre um prazer enorme pedalar num grupo com um numero significativo, como este, de membros da “família Albiciclista”.
Hoje, com o comando de Don António Cabaço, os 15 “familiares” conseguiram uma manhã de 4P's em BTT daquelas que ficam na memória e na vontade de repetir! Venha a próxima, com novo comandante! Também hoje, acrescentou-se mais um membro à família, o Manuel Dias, o qual foi muito bem-vindo, e recebido. Deixo-lhe aqui os meus parabéns pela forma fácil como se integrou. Já depois da chegada a CB, e na conversa que mantive com ele até à “Bike Laundry”, também manifestou a sua vontade de se juntar a nós, sempre que disponível. É um sinal de que também estamos todos de parabéns!
Um abraço para todos e até à próxima!
Silvério
JValente disse…
Boa escolha de trilhos, num Domingo recheado de sol e bom ambiente para o BTT.

Para a semana, teremos mais BTT... e ao que parece com sol... mas mais frio!

Obrigado pela partilha...

Abraço
João Valente

Mensagens populares deste blogue

"Passeio de Mota pela Galiza"

Mesmo com a meteorologia a contrariar aquilo que poderia ser uma bela viagem à sempre verdejante Galiza, 9 amigos com o gosto lúdico de andar de mota não se demoveram e avançaram para esta bonita aventura por terras "galegas"
Com o ponto de inicio no "escritório" do João Nuno para a dose cafeínica da manhã marcada para as 6 horas da manhã, a malta lá foi chegando.
Depois dos cumprimentos da praxe e do cafezinho tomado foi hora de partir rumo a Vila Nova de Cerveira, o final deste primeiro dia de aventura.
O dia prometia aguentar-se sem chuva e a Guarda foi a primeira cidade que nos viu passar. Sempre em andamento moderado, a nossa pequena caravana lá ia devorando kms por bonitas estradas, algumas com bonitas panorâmicas.
Cruzamos imensas aldeias, vilas e cidades, destacando Trancoso, Moimenta da Beira, Armamar, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Parada de Cunhos, Mondim Basto e cabeceiras de Basto, onde paramos para almoçar uma bela "posta", que es…

"Volta vadia a ver o mar"

"A felicidade é um fim de tarde olhando o mar" (Marina Nader)
 . . .e foi esse o objetivo deste meu passeio de bicicleta, que gosto de chamar de "volta vadia". Ir ver o mar na Figueira da Foz.
Delineei o percurso, circular como sempre, juntei um grupo de amigos, também eles fãs deste tipo de passeios velocipédicos e fizémo-nos à estrada.
Saímos de Castelo Branco pelas 06h00 e fomos tomar o primeiro cafezinho da manhã à Pastelaria "Estrela Doce", na Sertã, onde o meu irmão Luís nos esperava.
Depois da dose cafeínica e do pastelinho de nata, seguimos para Condeixa a Nova, o local de partida e chegada desta nossa pequena aventura, estacionando as viaturas no parque auto do Lidl.
Cerca das 08h30, já pedalávamos em direção a Ega, a primeira povoação que passaríamos rumo à Figueira da Foz.
O dia estava ótimo para pedalar e o pouco vento que se fazia sentir era nosso aliado.
Sempre em ritmo animado e em alegre cavaqueira, como é habito, quando algumas "per…

"O outro lado da Estrêla"

Uma vez mais, resolvi fazer umas das minhas "voltas vadias", programadas para este ano, que espero mais rico em aventuras lúdicas e de partilha com amigos. Criei um percurso que chamei de "o outro lado da Estrela", pois a nossa querida Serra da Estrela só é conhecida pela maioria da malta pelas " Torres, Adamastores e outros alimentadores de egos". Mas a serra não é só isso, tem o outro lado, bem bonito por sinal, repleto de lindas panorâmicas e bonitas aldeias. Umas históricas, outras não, mas todas elas com encanto e uma história para contar. Juntaram-se à minha ideia, 14 companheiros e amigos, todos eles ávidos de uma boa aventura e bons momentos de convívio e sã camaradagem. Juntámo-nos na Rotunda da Racha, junto à loja do David, a Feelsbike, pelas 07h00, rumando seguidamente ao Vale da Amoreira, onde estabelecemos o "paddock", junto à Casa de Pasto Ideal, para uma reposição calórica e hidratação atempada, logo após a chegada. Saímos para a…