terça-feira, 23 de agosto de 2011

"Bela manhã de cicloturismo"

O que está a dar, é o 13. E foram treze os companheiros que hoje se juntaram para uma voltinha com as asfálticas.
O Nuno Antunes e o Arménio, ambos emigrantes na Suiça e de férias em Portugal, tinham combinado ir até à Torre, na Serra da Estrela e voltar. Uma bonita tirada de 170 kms!!!
O grupo, acompanhou estes amigos até ao Fundão, onde parou na Pastelaria do costume, para o cafézinho matinal.
Pelo caminho perdemos dois companheiros, o Salvado e o Joaquim (francês), que regressaram mais cedo.
Despedimo-nos destes dois corajosos compaheiros e regressámos à cidade, mas por percurso diferente.
Passámos pelo Souto da Casa e Vale Mendinho, para pararmos uns kms mais à frente, na fonte do Vale D'Urso, para beber água fresquinha e atestar bidons.
Subimos ao Alto da Paradanta, passámos o Casal da Fraga e parámos de novo em S. Vivente da Beira, para refrescar gargantas na Pastelaria junto aos Bombeiros.
Até Tinalhas a pedalada foi mais fluida, com o terreno a proporcionar umas boas pedaladas, descendo seguidamente à Póvoa de Rio de Moinhos, onde apanhámos o velho estradão, agora alcatroado, que dá acesso a Caféde.
Até Castelo Branco, foi um instante, com a rapaziada a passar a barreira dos 100 kms, no meu caso 101, numa manhã divertida e bastante mais fresca que as anteriores.
Amanhã, vou efetuar o reconhecimento de mais um troço do percurso deste ano para a peregrinação de Outubro, a Fátima, até à Serra do Santo, ali para os lados da Amêndoa.

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos
. . . ou fora deles.
AC

Sem comentários: