domingo, 18 de março de 2012

"Até à encosta da Gardunha"

Domingo é habitualmente dia de btt. E, não fugindo à regra, fui hoje até às Docas para dar umas pedaladas com a rapaziada que por ali se costuma concentrar.

Juntámo-nos 13 companheiros, entre eles, o Pedro Antunes, que hoje orientou a malta numa incursão à encosta da Serra da Gardunha, num bonito percurso circular.

Saímos já depois das 08h em direção à Tapada das Figueiras e Quinta de Valverde, onde virámos o azimute para os lados da Póvoa de Rio de Moinhos, com passagem pelo Penedo do Corvo, Cadavai e Santuário da Sra da Encarnação.

Cruzámos a estrada para Tinalhas e pela Quinta do Senhor da Serra, Carrapiço e Vale Cabreiro, subimos ao VG do Talhadouro.

Continuámos pelo Chão dos Moinhos e Casa Branca e após ladearmos a Barragem do Pisco, passámos o Vale Feitoso e pela Devesa, chegámos a S. Vicente da Beira, onde parámos na Pastelaria junto aos Bombeiros, para a sessão do "abatanado". Creio que já sou dos poucos que ainda não aderiu à moda do abatando. Mas, para mim, ainda é muita água para tão pouco café!!!

Subimos depois à Tapada do Tamanco, por uma bonita ruela de empedrado, continuando até às Lameiras com os seus velhos castanheiros, agora desprovidos da beleza que os caracteriza e descemos ao Casal da Serra, por um novo trilho, pelo menos para mim, com uma ou outra parte mais técnica, mas que creio que toda a malta adorou. Foi uma passagem bonita e em descida, foi bem "curtida"!!!

Do Casal da Serra, entrámos no estradão que desce ao Louriçal do Campo, pelos depósitos de água da Antinha, numa descida bem adrenalínica, agora um pouco melhorada, relativamente à última vez que por ali passei.

A hora de almoço já se aproximava e com alguns companheiros a denunciarem compromissos, passámos rápidamente pelo Casal da Pelota, após alguma hesitação na escolha do trilho certo e entrámos no asfalto, onde os conta kms das nossas bikes começaram a mostrar leituras de velocidade mais rápidas.

Voltámos aos trilhos nas proximidades da Lardosa e já pelos useiros e vezeiros estradões da zona, rápidamente chegámos a Alcains, com a aceleração da praxe, entre Santa Apolónia e Atacanha.

E assim, o horário foi cumprido, com chegada à cidade pelas 13h, após 76 kms de boas pedaladas, num grupo divertido e animado.

Eu o Fidalgo e o Luís Moreira, fomos ainda passar os "beiços" por uma jola, à laia de despedida, com encontro marcado para uma próxima oportunidade.

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos,
ou fora deles.
AC

Sem comentários: