terça-feira, 20 de março de 2012

"Serra da Gardunha"

No passado domingo, acompanhando a rapaziada das Docas, fiz uma passagem pela Serra da Gardunha, subindo de S. Vicente da Beira às Lameiras e descendo ao Louriçal do Campo por Casal da Serra e depósitos da Antinha.

Aguçou-me o apetite e fiquei com vontade de lá voltar.
Hoje e aproveitando a companhia do Carlos Sales, fomos até às Fragas da Penha, com passagem pelas Quintas do Vale de Prazeres, cumeada do Alto da Serra e antenas da Cortiçada.

Pelas 07h30 fui buscar o Carlos com a minha "ramona", carregámos as bikes e fomos até ao parque de estacionamento do restaurante no cruzamento das Atalaias.

Logo ali, atestámos o corpinho com a dose matinal de cafeína, pois estava um frio de rachar e um vento gélido.

Passámos nas traseiras do restaurante com rumo a Vale de Prazeres, pedalando por bonitos trilhos pela Gândara, Monte das Carvalhas e Melânia.

Subimos ao VG da Casa Alta e descemos para as Termas da Touca, onde entrámos em trilhos entre hortas, pelo Trapeiro e Relvas, para entrarmos na povoação por uma das suas típicas ruelas, onde o Carlos desempenhou o papel de cicerone, pois os seus pais são dali.

Parámos na pastelaria e comemos um bolinho e um nectar, para aconchegar o corpinho, pois as planuras estavam na fase final.

Fomos até à estação e seguimos um carreirinho sempre à beira da linha, até às Quintas do Monte Leal, onde entrámos num trilho com uma inclinação apreciável e coberto de caruma e pinhas que nos levou ao estradão junto às antenas e VG da Cortiçada.

Seguimos sempre pela cumeada do Alto da Serra, até cruzarmos a estrada, quando esta começa a descer para o Fundão e por trilhos entre carvalhais, passámos a Catraia do Falcão, subindo depois ao VG da Coutada e num sobe e desce, chegámos a Parque de Merendas da Casa do Guarda de Alcongosta,

Continuámos a subir, agora até ao VG e Posto de Vigia do Cavalinho, onde parámos para apreciar aquela arrebatadora panorâmica a 360 graus. Simplesmente espetacular.

Continuámos depois para o Alto da Penha e descemos para a Casa da Floresta, onde virámos à esquerda para o Vale da Andorinha e com passagem pelo Santeiro, chegámos a Castelo Novo.

Passámos pelos pomares do Borracheiro e depois de passar a ponte sobre a A23, cruzámos o Escaldado e chegámos de novo ao cruzamento das Atalaias, onde tinhamos estacionado a "ramona".

Arrumámos as bikes, mudámos de roupa e entrámos no restaurante onde nos mandámos a uma bela bifana e uma bjeca fresquinha.

Foi uma explêndida manhã de pedaladas, preenchidas com 44 adrenalínicos kms, por bonitos trilhos e espetaculares paisagens.

Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos,
ou fora deles.
AC
.o0o.
Clip de filme.

Sem comentários: