sábado, 9 de maio de 2015

"Clássica de Alcântara (Espanha) com o Pelotão Cavaca"

Hoje juntei-me ao Pelotão Cavaca que realizava a sua clássica a Alcântara (Espanha), e treino longo para a super ligação Covilhã - Albufeira (one shot).
Carreguei a minha "ézinha" na minha fragonete e fui até Medelim, o meu ponto de partida e chegada na companhia daquela rapaziada endiabrada. Por ali . . .ora se ri, ora se canta e também se pedala!. E há por lá bons cantadores!!!
Como chegámos a Medelim quase em simultâneo, foi mesmo ali que tomamos o cafezinho matinal.
seguimos depois para a Zebreira e Segura, onde entramos em "tierras de nuestros hermanos" depois de cruzar a bonita ponte internacional sobre o Rio Erges.
sempre em suave ascendente chegamos a Piedras Albas e até à espetacular ponte romana de Alcântara foi quase um tiro. A malta hoje andava "endiabrada!"
Depois das fotos da praxe, não subimos à povoação e regressamos a Piedras Albas, pois aquela rapaziada ainda tinha um belo esticão para a Covilhã.
Chegamos à povoação e seguimos para Zarza la Mayor e sempre em boa estrada ligeiramente ondulada, chegamos ao cruzamento para Portugal, onde fletimos à esquerda em direção às Termas de Monfortinho, onde entramos em Portugal depois de cruzar de novo Rio Erges.
Sempre em alegre cavaqueira, a malta foi rolando, passando por Penha Garcia e Relva (Monsanto) até que chegámos a Medelim, onde fiquei e a malta seguiu viagem rumo à Covilhã.
Voltei a arrumar a "ézinha" na fragonete e regressei a casa depois duma bela e longa manhã velocipédica na companhia de um bom lote de amigos.
Fiquei-me pelos 130 kms bem pedalados numa bonita manhã primaveril, onde o calor já apertava bastante.
Amanhã é dia de cumprir uma das minhas obstinações anuais. a minha XVI peregrinação ao Altar Mariano de Fátima.
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles
AC

Sem comentários: