sexta-feira, 10 de outubro de 2014

"Pela Soalheira e Marateca"

Hoje, aproveitando o bonito dia solarengo e de temperatura agradável, fui passear a minha "ézinha" na companhia do Jorge Palma.
Partimos da Racha pelas 09h00 e rumámos aos Escalos de Baixo, Escalos de Cima e Lardosa, onde virámos o azimute à Soalheira, para ir tomar o cafezinho matinal ao café das bombas.
Dali, descemos ao centro da aldeia e seguimos pela estradinha panorâmica das quintarolas, até à estrada que vem do Louriçal em direção à barragem.
Bonita como sempre, a Bacia Hidrográfica da Marateca é sempre um regalo para a visão.
Contornámos aquele braço de barragem e na Rotunda da Lardosa, tomámos a direção da Póvoa de Rio de Moinhos, passando pelo paredão, com a respetiva paragem para apreciar a calmaria das suas águas, hoje bem espelhadas com as nuvens meio acinzentadas no azul do ceu.
Ao entrarmos na aldeia da Póvoa, demos de caras com o Nuno Eusébio, que ia buscar a mãe e fomos até à tasca da velhota beber uma bebida fresca.
Despedimo-nos e seguimos em direção a Cafede  pela estradinha panorâmica.
Entrámos na cidade pelas 13h00 depois de 67 calmos e descontraídos kms, sempre em conversa amena e apreciando a paisagem em redor.
Amanhã é dia de ir até ao Santuário de Fátima e aproveito esta peregrinação em solitário, bem à moda dos primeiros anos, de que já tinha algum saudosismo, para percorrer novas estradas e conhecer novos povoados, de que destaco a belíssima península de Dornes e as belas margens do Rio Zêzere.
Já lá vão 15 anos sem interrupção, quer chova, quer faça sol e sempre no fim de semana antes de 13 de Maio e de 13 de Outubro. Obstinações!!!
 
Fiquem bem.
Vêmo-nos nos trilhos, ou fora deles.
AC

Sem comentários: